Isenção de visto do Canadá com eTA vale a partir de 1º de maio

Brasileiros têm isenção de visto do Canadá com eTA a partir de 1º de maio. Saiba quem pode solicitar a autorização e quanto custa

Estadão/Diário do Amazonas

Foto: Eraldo Lopes

Brasília – Agora é oficial: a partir das 10 horas (horário de Brasília) de 1º de maio, alguns brasileiros passam a ter isenção de visto para o Canadá, fazendo apenas o pedido de uma eTA (Electronic Travel Authorization, sigla em inglês para Autorização Eletrônica de Viagem), para visitar o país ou passar em trânsito por um aeroporto canadense.

Podem solicitar a eTA brasileiros que já tenham conseguido visto do Canadá nos últimos dez anos ou que estejam com um visto de turista válido dos Estados Unidos. A autorização custa apenas sete dólares canadenses e leva somente alguns minutos para sair — pode levar alguns dias, caso sejam pedidos documentos adicionais. E melhor: a eTA vale por cinco anos ou até que o passaporte expire, o que ocorrer antes.

A expectativa era grande que se confirmasse a previsão anunciada em 31 de outubro de 2016 para a isenção de visto do Canadá. A notícia da implantação da eTA para viajantes brasileiros chegou a ser anunciada em outubro de 2015, para começar a valer em 15 de março de 2016. Mas foi adiada e estava sem nova data prevista até 31 de outubro.

Entenda as novas regras

A aprovação da eTA para brasileiros não significa, no entanto, que todos estarão livres do pedido de visto para o Canadá. Entenda abaixo as novas regras.

1) Quem não vai precisar de visto?

Quem teve um visto do Canadá emitido nos últimos 10 anos ou possui um visto válido para os Estados Unidos não precisará de visto para viajar ao país

2) O que é a Autorização Eletrônica de Viagem (ETA)?

Quem se encaixar nas exigências acima ainda terá de preencher o ETA, um formulário eletrônico de viagem com as especificações de sua viagem. O documento é válido por cinco anos e pode ser usado quantas vezes forem necessárias nesse período, em viagens “de curto período”. Ela pode ser usada para viagens de turismo, estudo ou negócios.

3) Vou ter de pagar pelo ETA?

Sim, a taxa de emissão de é 7 dólares canadenses (cerca de R$ 16). Paga-se apenas uma vez por documento, e não por utilização. Peça a sua aqui: Canada.ca/eTA. A autorização de viagem costuma vir apenas alguns minutos depois da aplicação.

4) Sou elegível para o ETA, mas tirei meu visto canadense há pouco tempo e ele continua válido. Faço um ETA mesmo assim?

Não é necessário. Se você tem um visto válido, pode viajar com ele diretamente, sem a necessidade de emitir o ETA.

5) Não sou elegível ao ETA. Como faço para tirar o visto?

A página do Consulado Canadense tem todos os detalhes para o visto. No Como Viaja, explico passo a passo como tirar o visto canandense.

6) Sou elegível ao ETA, mas vou dos Estados Unidos para o Canadá de carro. Preciso de visto?

Sim. Segundo o consulado canadense, “chegando dos Estados Unidos por ônibus, trem ou barco, incluindo cruzeiros marítimos para o Alasca” ou dirigindo um carro, será necessário tirar um visto.

7) Vou viajar ou trabalhar no Canadá por mais de seis meses. Vou precisar de visto?

Sim.


*escrito em parceria com Adriana Moreira, editora do Viagem

Comentários via Facebook