Amazonas tem 4 aeronaves no conserto ou reforma

O Estado tem seis aeronaves, duas estão em uso. A previsão do governo é que todas as aeronaves, tanto de asa fixa quanto de asa rotativa, estejam em funcionamento até o fim de abril

Girlene Medeiros / Redacao@diarioam.com.br

Foto: Jair Araújo

Manaus – Das seis aeronaves do Amazonas, duas estão em uso pelo Estado, um helicóptero, modelo Esquilo AS-350, e um ultraleve. As demais aeronaves estão em conserto ou reforma, segundo informações o titular da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Sérgio Fontes. A previsão do secretário é que todas as seis aeronaves, tanto de asa fixa quanto de asa rotativa, estejam em funcionamento até o fim deste mês de abril.

De acordo com o secretário, o conserto das aeronaves de asa fixa (hidroavião e um avião monotor Cessna 210) e das duas aeronaves de asa rotatória (um helicóptero Esquilo AS-350, que está com problema na hélice, e outro helicóptero modelo Schweizer 300 CBI) está na fase de empenho e os pagamentos foram autorizados. Um dos helicópteros, modelo Esquilo, e o Schweiser pertencem ao Grupamento de Rádio Patrulhamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) e os demais pertencem à SSP, conforme informou o titular da secretaria.

Em março do ano passado, pelo menos dois helicópteros do Estado foram submetidos à manutenção. O secretário da SSP informou que, na época, uma das aeronaves foi consertada. “Por conta da crise, a gente conseguiu ajeitar apenas um helicóptero que é o que está em condições de voo”, afirmou Fontes, acrescentando que, o conserto das aeronaves restantes será realizado assim que o pagamento for realizado pelo governo do Estado.

O secretário acrescentou que os helicópteros, o monomotor e o ultraleve estão no Aeroclube do Estado do Amazonas, na zona centro-sul da capital, e o hidroavião está em uma base para aeronaves do tipo no bairro Tarumã, zona oeste.

Fontes acrescentou que a SSP está em negociação para que as aeronaves tenham um novo hangar compartilhado no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na zona oeste. “As aeronaves vão voar. Não estão voando mais por causa das chuvas constantes”, disse.

 Utilidade

O secretário afirmou que o avião monotor Cessna 210, que tem capacidade para seis pessoas, deve ser usado para transportar policiais no interior do Estado. Fontes afirmou que as aeronaves estão disponíveis para serviço do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, PM e Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). O plano do secretário é que as aeronaves sejam usadas, após o período de chuvas, para identificar suspeitas de queimadas e reprimir as incidências dessas ocorrências.