Comércio de itens de carnaval deve crescer 2,5% em 2018, diz CDL

Segundo a CDL/Manaus, a projeção de 2,5% nas vendas está longe do ideal, mas, para os empresários, indica o começo de uma retomada na economia

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – As vendas de artigos de carnaval devem crescer 2,5% neste ano, em relação a 2017. A informação é da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL/Manaus), que realizou pesquisa com lojistas que atuam no segmento.

Para os empresários, os meses de janeiro e fevereiro estão na lista dos mais aguardados do ano. (Foto: Raquel Miranda)

Para os empresários, os meses de janeiro e fevereiro estão na lista dos mais aguardados do ano. Segundo a CDL/Manaus, a projeção de 2,5% nas vendas está longe do ideal, mas, para os empresários, indica o começo de uma retomada na economia.

O presidente da CDL/Manaus, Ralph Assayag, informou que o crescimento pode significar superação, uma vez que o carnaval, nos últimos quatro anos, foi comemorado no fim do mês. Neste ano, a data vai ser na primeira quinzena de fevereiro. “Com isso, as vendas começaram em janeiro, aqueles que fizeram decorações, compraram bem antes, no caso dos clubes e das escolas. Mas o folião só compra mesmo próximo à data”, explicou Assayag.

Assayag disse, ainda, que, no caso dos clientes de escolas de samba, alguns atacadistas do ramo negociaram a compra em grande quantidade e mandaram buscar em outros Estados para sair um preço mais em conta. Esses consumidores também fazem a diferença para o setor. “Quanto mais festa, quanto mais motivação, mais vende o comércio. Tudo vai dando uma enorme diferença”, disse.

A estimativa aponta uma retomada na economia, já que, no mesmo período do ano passado, as vendas nesse segmento cresceram 0,5%.

O empresário da Tropical Multiloja, Allan Bandeira, ressaltou que janeiro é um excelente mês. “Ao contrário das lojas de calçados e vestuário, as lojas que vendem itens para carnaval e de material escolar continuam com as vendas em alta neste início de ano”, afirma.