Em Manaus, cinco pessoas desaparecem na Reserva Florestal Adolpho Ducke

Segundo o Corpo de Bombeiros, o grupo saiu em direção a prainha, que fica dentro da reserva, na quinta-feira, e não retornou

Com informações de assessoria / portal@d24am.com

Foto: Arquivo/D24am

Manaus – Cinco pessoas estão desaparecidas desde quinta-feira (6), na Reserva Florestal Adolpho Ducke, na zona norte de Manaus. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, uma equipe do Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente da corporação iniciou as buscas nesta manhã.

Ainda conforme os Bombeiros, Paula de Miranda Borges, 18, Tiago Candieira de Matos, 18, Tatiana Souza de Lima, 20, Anderzon Lima da Silva, 20, Henrique Ferreira, 17, saíram em direção a prainha, que fica a dois quilômetros da entrada da reserva, e não retornaram.

A corporação foi acionada, hoje, para buscas, após a irmã de Paula Borges, Yara Miranda, ter registrado um Boletim de Ocorrência.

Yara contou que o grupo não levou celular por medo de ser assaltado já que, na área, tem grande concentração de usuários de drogas.

Os jovens moram na Rua Frei Jeremias, bairro Alfredo Nascimento, e conforme a mãe de Henrique Ferreira, Silvania Ferreira, eles entraram na mata às 13h, pelos fundos de uma casa localizada na Rua Margarita Africana, bairro Aliança com Deus; e estavam abastecidos com comida e bebida.

“Como eles não voltaram à noite, a irmã de uma das meninas acionou a polícia, mas as buscas só poderiam iniciar depois de 24h horas. Essa espera é angustiante”, disse Silvania, informando que o pai e o irmão do adolescente chegaram a entrar na mata e encontraram somente a inicial de uma das meninas escrita na trilha. “Eles devem ter ido pela trilha errada”.