Nascentes do Mindu são alvos de campanha de preservação

Foto: Arlesson Sicsú/Divulgação Semmas

Da Redação / portal@d24am.com

Manaus – Para celebrar o Dia Mundial da Água, que  será comemorado amanhã, a Prefeitura de Manaus informou que promoverá, na quarta-feira, a partir das 9h, uma série de atividades que visam levantar a bandeira da proteção às nascentes do Igarapé do Mindu e suas margens ao longo do percurso. O público-alvo são os moradores das comunidades no entorno do Parque Municipal Nascentes do Mindu, onde estão abrigadas as três nascentes do igarapé.

De acordo com a Prefeitura, após os limites da unidade, o curso d’água começa a sofrer com a ação do homem e, para dimensionar esse impacto, foi iniciada uma mobilização junto aos comunitários cujo resultado será mostrado no dia 22, na sede do Parque Nascentes do Mindu. A programação contará com exposições de trabalhos feitos por alunos das escolas municipais Álvaro Botelho Maia e Raul Veiga, no entorno do Parque Nascentes. O tema a ser trabalhado em cartazes e apresentações musicais é o ‘Processo de tratamento da água e sua importância’.

Segundo a Prefeitura, ao longo das últimas semanas, os alunos e professores das escolas realizaram jornadas de educação ambiental onde discutiram sobre o tema e as apresentações a serem feitas em comemoração à data. Além da exposição, os estudantes participarão de trilhas interpretativas guiadas por acadêmicos de Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Haverá, também, jogos ambientais e atividades lúdicas, pintura facial, distribuição de mudas e apresentação dos Garis da Alegria.

O objetivo é que, após a programação, as escolas e os comunitários estejam engajados em favor da recuperação das margens do Igarapé do Mindu, no trecho inicial do seu trajeto, próximo da área do parque, na Cidade de Deus. O trabalho será desenvolvido em parceria pelas Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Limpeza Urbana (Semulsp), Educação (Semed)/Ocas do  Conhecimento Ambiental e Conselho Consultivo do Parque Nascentes do Mindu. As ações serão contínuas, começando a partir de abril.

Segundo a Prefeitura, serão desenvolvidas atividades de recuperação das margens a partir do diagnóstico ambiental desenvolvido pelos órgãos parceiros junto com a comunidade. “Dessa forma, acreditamos que podemos mudar a realidade local da comunidade com a efetiva participação de todos no processo de melhoria ambiental do igarapé”, afirmou o diretor de Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes.