Casal é preso por manter casa de prostituição no Parque das Nações

Foto: Sandro Pereira

Gisele Rodrigues / portal@d24am.com

Manaus – O Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) prendeu, nesta segunda-feira (6), dois acusados de manter uma casa de prostituição no bairro Parque das Nações, na zona norte de Manaus. José Araújo Cordeiro, 33, e a mulher dele, Leiliane Vasconcelos, 27, foram acusados ainda de tráfico de drogas, associação criminosa e de adulterar chassi de veículos roubados.

Na casa de massagem Belas Moças, localizada na Rua Nossa Senhora do Carmo, no bairro Parque das Nações, os policiais encontraram duas motos Honda adulteradas, dois carros com placas clonadas, um quilo de entorpecentes e 11 aparelhos celulares. Além do casal, Thiago Araújo de Lima, 18, também foi preso acusado de tráfico de drogas, associação criminosa e adulteração de sinal de veículo, o chassi.

De acordo com o delegado adjunto da DRCO, Denis Pinho, 50% da renda da prostituição era repassada ao casal dono da casa de massagem. Segundo ele, o agenciamento das mulheres ocorria desde de dezembro do ano passado e rendia cerca de R$ 4 mil por mês.

O recrutamento das profissionais, segundo Denis, ocorria por meio dos clientes e das mulheres que trabalhavam na casa de massagem. Segundo ele, pelo menos oito mulheres eram exploradas sexualmente no local.

Investigação

Conforme o delegado da DRCO, Guilherme Torres, a investigação foi iniciada há um mês e, após avistarem Thiago saindo na casa de massagem com uma moto e retornando com o mesmo veículo, mas com placa diferente, os policiais fizeram a abordagem ao acusado.

Torres acredita que além da adulteração dos veículos, o trio ainda era envolvido em roubos na capital e realizavam a remessa dos carros e motos para o interior do Estado.

Duas mulheres, uma de 18 anos e outra de 26, que estavam no local, foram ouvidas e liberadas. As mulheres confirmaram que a casa servia para a prostituição e que o casal ficava com 50% do valor do programa.