Sarampo: mais de 300 escolas vão receber equipes de vacinação

Outras 234 escolas estaduais serão atendidas por equipes da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). A intensificação vacinal em escolas seguirá até o dia 26 de agosto

Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Como parte da segunda etapa do Plano de Intensificação Contra o Sarampo em Manaus, iniciado na segunda-feira (16), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai atuar em 323 escolas municipais com a oferta da vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba. Outras 234 escolas estaduais serão atendidas por equipes da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

Semsa vai atuar em 323 escolas municipais com a oferta da vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba. (Foto: Sandro Pereira)

A disponibilização de vacina nas escolas foi um dos temas abordados na reunião da Sala de Situação de Vigilância em Saúde, composta por representantes da Semsa, da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) e da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado, realizada na manhã desta terça-feira ( 17).

Segundo o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, o trabalho nas escolas municipais está sendo executado por equipes dos Distritos de Saúde (Disas) Sul, Norte, Leste e Oeste, priorizando os bairros com maior incidência de casos de sarampo.

“Cada Distrito de Saúde está estabelecendo um cronograma junto com a direção das escolas. O trabalho já foi iniciado e é importante que pais e responsáveis fiquem atentos na programação de cada escola, para que os estudantes possam apresentar o cartão de vacinação para ser avaliado pelas equipes de saúde”, alertou Magaldi.

A intensificação vacinal em escolas seguirá até o dia 26 de agosto, quando deverá ser finalizada a segunda etapa do plano de combate ao sarampo. Além das escolas, Semsa e FVS, a partir de agosto, irão vacinar em universidades de Manaus.

O público-alvo prioritário da vacinação em escolas e universidades são crianças, adolescentes e jovens adultos. “Pessoas com até 29 anos de idade representam 89,5% dos casos confirmados e 85,5% dos casos notificados de sarampo em Manaus. A partir desse dado, a Prefeitura de Manaus estabeleceu estratégias de intensificação da oferta de vacina para essa faixa etária, o que inclui a ação em escolas e universidades, com o objetivo de quebrar a cadeia de transmissão da doença”, explicou o secretário municipal de saúde, reforçando que a vacina tríplice viral está disponível em 183 salas de vacina para pessoas na faixa etária de seis meses a 49 anos.

Varredura vacinal

O Plano de Intensificação Contra o Sarampo em Manaus, elaborado por meio de colaboração técnica e financeira entre Semsa, Ministério da Saúde (MS), Organização Pan-americana de Saúde (OPAS) e Secretaria de Estado da Saúde (Susam), também inclui a varredura vacinal, com vacinação de casa em casa, em três bairros com maior incidência de sarampo, considerando critérios de quantitativo populacional, número de notificações e/ou confirmações de casos.

O trabalho de varredura já foi iniciado nos bairros Jorge Teixeira, que tem 342 casos notificados de sarampo, e no bairro Cidade Nova, com 265 notificações. Na próxima semana, a programação vai ocorrer no bairro Novo Aleixo, que registra 179 notificações.

No total, Manaus tem 2.660 notificações da doença, com 444 casos confirmados, 119 descartados após investigação e 2.097 aguardando resultados laboratoriais.