Governo amplia serviço de radioterapia da Fundação Cecon

Da Redação


Manaus – A expectativa da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) é que a unidade, referência em oncologia para a Amazônia Ocidental, saia dos atuais 50 para 150 procedimentos por dia. Ontem, o governador José Melo participou da entrega do novo acelerador do Serviço de Radioterapia Dr. Abelardo Rodolfo Lemos Pampolha. O equipamento reforça a estrutura já existente, agregando tecnologia de ponta ao tratamento, segundo a FCecon.

“Nós demos um salto de 30 anos em termos tecnológicos em relação à questão do tratamento do câncer, porque esse equipamento é extremamente moderno, permite fazer a radioterapia de forma mais rápida e eficiente, poupando o paciente”, disse o governador, ao anunciar para março do ano que vem a entrada em operação de um segundo acelerador linear, o que deverá transformar a FCecon no maior e mais moderno parque de radioterapia do Norte do Brasil.

Tratada como o maior avanço dos últimos tempos no atendimento oncológico no Amazonas, a ampliação do setor de radioterapia da FCecon faz parte do Plano de Reestruturação e Modernização dos Serviços de Oncologia no Estado, que conta com a parceria do Ministério da Saúde e investimentos de mais de R$ 8 milhões, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Susam).

Ainda como parte das ações, o governador anunciou a ampliação e modernização em curso de outros setores, como o de Endoscopia e o de cirurgias e disse que, em breve, deve apresentar o projeto de ampliação da FCecon. O objetivo, segundo José Melo, é separar a parte ambulatorial das áreas de radio e quimioterapia, bem como a de cirurgia e internação.

Reestruturação

Junto com o acelerador linear foram entregues a Casamata, (construção especialmente projetada para abrigá-lo) e outros equipamentos para o complexo de radioterapia. Dentre eles, duas fontes de Irídio para a braquiterapia, outro tratamento que está sendo revitalizado na fundação, com a aquisição de um novo aparelho.