Surto: sobe para 602 número de casos confirmados de sarampo em Manaus

A varredura vacinal iniciou no bairro Novo Aleixo, na zona norte, com a meta de atingir 27 mil imóveis

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Nesta segunda-feira (6), foi divulgado o 22º Informativo Epidemiológico de Monitoramento dos Casos de Sarampo, pela Semsa. Conforme o documento, Manaus registra 602 casos confirmados da doença, 40 a mais em relação ao indicado há uma semana.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) deu início, nesta segunda-feira (6), à varredura vacinal no bairro Novo Aleixo, zona norte, com a meta de atingir 27 mil imóveis, no horário das 15h às 20h, com a oferta de vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola.

“A zona Norte de Manaus concentra 37,4% das notificações de sarampo e a Semsa tem estabelecido estratégias para o controle da doença nos bairros dessa região, inclusive com varredura já realizada no bairro Cidade Nova”, explica o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Ainda segundo Magaldi, a Semsa mantém a intensificação da oferta da vacina tríplice viral nas Unidades de Saúde, em ações como as varreduras vacinais com visita de casa em casa e estabelecendo postos de vacinação em locais estratégicos nos bairros de maior incidência de casos da doença.

A varredura vacinal também atingiu o bairro Jorge Teixeira, na zona Leste, que é a segunda zona geográfica de Manaus com maior número de notificações de sarampo, com 33,6% dos casos notificados, seguida das zonas Sul (13,9%), Oeste (13,6%) e Rural (1,5%).

Boletim

Os casos suspeitos, que estão em investigação aguardando resultado laboratorial, passaram de 3.762 para 4.167. Desde que o surto da doença teve início em Manaus, no mês de fevereiro, o município notificou 4.978 casos, o que abrange todos os 602 casos confirmados, os 4.167 sob investigação e 209 que foram descartados.

Para o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, os dados mostram que é indispensável que a população, na faixa etária de seis meses a 49 anos, procure uma das 183 salas de vacina da rede municipal para se imunizar contra o sarampo.

Faixa etária

O novo informativo mostra que 46,3% dos casos confirmados estão na faixa etária de até cinco anos, seguido da faixa etária de 15 a 29 anos (31,3%). Entre todas as notificações, que incluem os casos ainda em investigação, a faixa etária de 15 a 29 anos é a mais atingida, representando 49%, seguida da faixa etária de menores de um ano (15,6%) e de 30 a 49 anos (14,3%).