Amazonino inaugura prolongamento da Avenida das Torres

Os três concluídos - 2, 3 e 4 - têm mais de 11,1 quilômetros de via, começando na Avenida Timbiras e seguindo até o Km 20 da AM-010, que liga Manaus a Itacoatiara

Édria Caroline / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O governador do Amazonas, Amazonino Mendes, inaugurou o prolongamento da Avenida das Flores na manhã desta sexta-feira (30). A via, que tem mais de 11 quilômetros, deve desafogar o trânsito para quem precisa passar pela zona norte de Manaus. Iniciada em 2012, a obra estava parada e foi retomada em outubro de 2017. Em um ano, foram concluídos os trechos 2, 3 e 4.

O governador Amazonino Mendes inaugurou o prolongamento da Avenida das Torres, na manhã desta sexta-feira (Foto: Secom)

A cerimônia de inauguração ocorreu por volta das 9h. O governador do Estado afirmou que a obra vai ajudar a desafogar o trânsito na cidade e a conclusão da via lhe dá a sensação de dever cumprido. “O nosso trabalho é de complementação de uma obra extraordinária executada pelo Estado com recursos federais. O fato é que nós tivemos um mandato curto de um ano e essa obra estava paralisada. E agora nós temos o prazer de dar à cidade essa obra maravilhosa e isso nos dá a sensação do dever cumprido muito boa, muito gratificante”, enfatizou o governador.

São 11,1 quilômetros de extensão, iniciando na Avenida Timbiras, passando pela Avenida Noel Nutels, Rua ‘S’ do Conjunto Galileia até o Km 20 da AM-010, que liga Manaus ao município de Itacoatiara (a 176 quilômetros a leste de Manaus).

Para o motorista Aldecir Braz, a liberação dos trechos vai ajudar no tempo de deslocamento e dará uma nova opção de caminho à população. “Nós estávamos precisando de uma via assim, para desafogar o trânsito. Agora nós vamos ter uma outra opção para fugir do engarrafamento, principalmente em horário de pico. É economia de tempo de dinheiro”, disse o motorista. O tráfego nos trechos liberados foi liberado por volta das 9h desta sexta-feira.

O governador Amazonino Mendes inaugurou o prolongamento da Avenida das Torres, na manhã desta sexta-feira (Foto: Secom)

Ciclovia

De acordo com o governo, a obra conclui o projeto do complexo viário iniciado em 2006, com o trecho 1 – entregue em agosto de 2010. Esse trecho começa na Avenida Efigênio Sales, termina na Timbiras e tem 6,3 quilômetros de extensão. Com a inauguração dos trechos 2, 3 e 4, o complexo estará completo. A via terá, agora, mais de 17 quilômetros.

Os serviços na área passaram por três administrações. Os trabalhos de continuação da estrada ficaram parados até 2017, em função de pendências técnicas e jurídicas. A conclusão só foi possível na gestão de Amazonino Mendes.

O governo informou que, para que realmente fosse um facilitador do tráfego de veículos em Manaus, “contribuindo para melhorar a mobilidade urbana”, a obra precisou seguir o projeto original. Sendo assim, não puderam ser acrescentadas ciclovia em toda a sua extensão e alça de saída para a Avenida Noel Nutels, adicionais que poderiam comprometer a logística viária, segundo o governo.

Corredor de ônibus

A Avenida das Torres terá duas mãos de fluxo, sendo três faixas para a circulação de veículos em cada uma delas. A via será o maior corredor de ônibus de Manaus. Os coletivos irão contar com uma pista exclusiva para trafegar e terão 28 paradas de ônibus padronizadas. Duas estão situadas no trecho 2; seis paradas localizam-se no trecho 3; e outras 20 estão ao longo do trecho 4, que inicia no conjunto Galileia e termina no km 20 da AM-010.

Décimo terceiro salário

Durante a inauguração da via, o governador também divulgou a data em que os servidores públicos estaduais devem receber o benefício. “Hoje o Amazonas é um dos estados mais equilibrados da Federação em questão fiscal está perfeito. Então, nós vamos pagar o 13° salário dia 14”, afirmou Amazonino Mendes.

O governador Amazonino Mendes inaugurou o prolongamento da Avenida das Torres, na manhã desta sexta-feira (Foto: Secom)