Audiência do delegado Sotero começa nesta quinta; 25 pessoas devem ser ouvidas

A audiência deve começar por volta das 9h30. Aproximadamente, 25 pessoas devem ser ouvidas, sendo oito requeridas pelo MPE, quatro pela juíza Mirza Telma e 13 requeridas pela defesa de Sotero

Da Redação

Manaus – Começa, na manhã desta quinta-feira (14), no Fórum Ministro Henoch Reis, zona centro-sul de Manaus, a audiência de instrução do delegado da Polícia Civil Gustavo Sotero, acusado de matar a tiros o advogado Wilson de Lima Justo Filho, 35, dentro do Porão do Alemão, em novembro do ano passado.

Cláudio Dalledone Júnior atua na defesa de Sotero (Foto: Raquel Miranda)

A audiência deve começar por volta das 9h30 e cerca de 25 pessoas devem ser ouvidas, sendo oito requeridas pelo Ministério Público do Estado (MPE), quatro pela juíza Mirza Telma e 13 pessoas requeridas pelo advogado de defesa do delegado, Cláudio Dalledone Júnior.

Segundo o advogado de defesa, as provas a serem apresentadas vão provar que Sotero agiu em legítima defesa. “São dezenas de testemunhas. Eu espero que se diga a verdade e a verdade é uma só: Sotero agiu em legítima defesa”, diz Delladone, um dos advogados mais conhecidos do Brasil, que atuou no caso do goleiro Bruno.

Estará também presente na audiência de instrução Alberto Simonetti Cabral Neto, representante da Ordem dos Advogados de Brasil (OAB) que acompanha todo o processo por se tratar do assassinato de um advogado. “A OAB está habilitada nos autos como assistente de acusação e vamos atuar na audiência observando e fazendo manifestações pertinentes no interesse que se faça justiça nesse caso”, afirmou.