Djalma Batista começa a receber novo asfalto e deve ser liberada no fim de semana, diz Prefeitura

Essa é a última etapa da obra de substituição da antiga rede de drenagem da área, antes de a via ser liberada para o tráfego de veículos ainda no fim desta semana

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A Prefeitura de Manaus iniciou, nesta segunda-feira (13), o recapeamento do trecho interditado na avenida Djalma Batista, na zona Centro-Sul. Essa é a última etapa da obra de substituição da antiga rede de drenagem da área, antes de a via ser liberada para o tráfego de veículos ainda no fim desta semana.

Essa é a última etapa da obra de substituição da antiga rede de drenagem da área (Foto: Márcio James/Semcom)

“Trabalhamos duro e com seriedade para garantir, em primeiro lugar, a segurança das milhares de pessoas que transitam pela Djalma Batista todos os dias. Foi uma ação preventiva para correção de uma tubulação que já tinha mais de 40 anos e agradeço pelo empenho diário dos servidores da Seminf, que se dedicam para fazer de Manaus uma cidade melhor”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto.

Os trabalhos da pavimentação começam com a primeira aplicação da camada de asfalto pelas equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), no trecho de 50 metros da pista. Segundo o secretário Kelton Aguiar, nessa fase, serão utilizadas 50 toneladas de massa asfáltica para estabilização do solo.

“Vamos aplicar uma camada de cinco centímetros de asfalto, para que a via suporte o fluxo de veículos, que sabemos ser intenso no local. A meta é que até o fim desta semana a pista seja liberada e, paralelamente, a obra segue dentro da área particular do terreno. Assim, entregamos a Manaus uma obra de qualidade e duradoura”, destacou Aguiar.

Na primeira etapa da obra, concluída em março deste ano, a área recebeu serviços de drenagem profunda, meio-fio, sarjeta, 27 metros de calçada e também foi implantado um “poço de visita”, que servirá de acesso à rede de drenagem da Djalma Batista para futuras manutenções, sem a necessidade de interrupção do fluxo de veículos na avenida.