Empresas de ônibus estudam fazer demissões; candidatos formam filas

Nesta quarta, a REDE DIÁRIO registrou uma fila do tamanho de um quarteirão em frente à Eucatur, que está selecionando cobradores e motoristas. Seleção ocorre no segundo dia de greve dos rodoviários, que está com 30% da frota parada

Gisele Rodrigues

Manaus – Empresas do transporte público de Manaus estudam fazer demissões, conforme informações de fontes ouvidas pela REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC). Nesta quarta-feira (30), segundo dia de greve dos rodoviários na capital, candidatos formam filas em frente a operadoras do sistema.

Em frente à Eucatur, no bairro Cidade Nova, na zona norte, a fila atingia o tamanho aproximado de um quarteirão, por volta das 10h. Candidatos disseram à reportagem que a empresa está selecionando para vagas de cobradores e motoristas.

Candidatos formam filas em frente à Eucatur para entregar currículos (Foto: Pablo Trindade)

As empresas que estão recebendo currículo, conforma apuração da reportagem, são Auto ônibus Líder, Açaí Transporte, Grupo Eucatur, Global Green, Express Coroado, Vega Transportes, Via verde
e São Pedro.

Aguardando desde às 6h para entregar o currículo na portaria da Eucatur, Sônia Maria Vasconcelos, 35, disse que foi avisada por uma amiga que as empresas de ônibus estavam recrutando. A desempregada, que possui três filhos, disse que está vendendo marmitas para tentar sustentar a família.

“Quando ela me contou da vaga, eu vim logo preparada. Até minha Carteira de Trabalho, eu trouxe. Faltando emprego do jeito que está! Eu trabalhava no Distrito (Industrial). Tem dois anos que não consigo emprego”, disse a candidata.

Maciel dos Santos, 41, disse que já trabalhou como motorista de ônibus quando morava em Porto Velho, no Estado de Rondônia, e viu um anúncio do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) sobre a oferta de vagas. “Quando vim pra Manaus, pra trabalhar no negócio do meu cunhado, abandonei minha CNH. Não deu certo. Negócio de família já viu! Agora quero voltar, se tudo der certo”, disse.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou, por meio de nota, que as empresas de transporte estão recebendo currículos para cadastro reserva de motorista e cobrador. Os currículos serão recebidos até às 17h desta quarta-feira (30), nas garagens. “Essas vagas são para cadastro reserva e que podem ser preenchidas a qualquer momento. Como em qualquer empresa, quando algum funcionário sai, elas já têm alguém preparado para substituição, para que o serviço não seja comprometido”, destacou o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges.

Atualmente, conforme o Sinetram, o sistema de transporte público de Manaus possui cerca de nove mil colaboradores, em nove empresas, que operam 229 linhas. Cerca de 750 mil pessoas são transportadas diariamente.