Estudo indica que açaí auxilia no tratamento de doenças psíquicas

A pesquisa aponta que no cérebro o açaí atua como corretivo da disfunção mitocondrial associada a doenças

Da Redação /Redacao@diarioam.com.br

Foto: Divulgação/Inpa

Manaus – Além de ser uma grande fonte de vitaminas e minerais, o açaí pode ajudar no tratamento de doenças neuropsíquicas. Ao menos é o que indica um estudo feito pela Universidade Federal de Santa Maria (RS) em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Universidade de Toronto, do Canadá.

A pesquisa aponta que no cérebro o açaí atua como corretivo da disfunção mitocondrial que está associada a doenças como o transtorno bipolar e a esquizofrenia. A mitocôndria é uma organela que transforma substâncias como a glicose em energia. Quando ela não funciona direito, em vez de energia, ela gera calor e radicais livres, que causam inflamação.

Outros pesquisadores brasileiros já estudaram o poder anti-inflamatório do fruto, mas essa é a primeira vez que a investigação foi direcionada especificamente para testes com células semelhantes às do cérebro humano. A pesquisa foi publicada no periódico científico Oxidative Medicine and Cellular Longevity.

Nos testes, realizados em Toronto, essa disfunção foi simulada no laboratório e, ao aplicar o extrato de açaí, esses efeitos nocivos chegaram a ser revertidos em 80% a 90%, o que indica que o fruto pode ter efeitos terapêuticos em pacientes psiquiátricos. Com isso, ainda há uma forte expectativa que o açaí vire base de remédios psiquiátricos no futuro.