Mais de 1,8 mil ocorrências de assaltos e furtos são registradas aos serviços públicos de Manaus

Número, divulgado na tarde desta terça-feira (21) pelo prefeito Arthur Neto, corresponde de janeiro a agosto de 2018. Prefeito irá recorrer ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann

Stephane Simões

Manaus – O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, divulgou, na tarde desta terça-feira (21), o número de assaltos e furtos aos serviços públicos municipais. De janeiro a agosto de 2018, já foram registradas 1.826 ocorrências nas principais estruturas de atendimento do município, dentre transporte público, unidades de saúde e escolas.

Segundo Arthur Neto, ainda nesta semana, um encontro com ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, deve ser realizado para buscar soluções, visando diminuir a criminalidade. (Foto: Mário Oliveira/Semcom)

Conforme o prefeito, uma das soluções para a mudança neste quadro seria a ajuda da sociedade, “para colocar um basta no quadro de anomia” em que se encontra o Estado. “São assassinatos diários, furtos, roubos, violências, coações. Quando se assalta, por exemplo, uma UBS, os funcionários não querem voltar naquele dia, entram em choque, o que é natural”, disse o prefeito.

Como medida para tentar diminuir as ocorrências na capital, Arthur irá recorrer ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. Segundo ele, ainda nesta semana, um encontro com a autoridade deve ser realizado para buscar soluções, visando diminuir a criminalidade.

“É covardia por parte de quem tem o poder na mão e não o usa para defender os cidadãos de bem dessa terra. Mais do que um desabafo, eu quero fazer uma denúncia, que será feita ao Brasil. Vou denunciar ao Brasil o estado de desgoverno que se encontra o Amazonas. O Amazonas não tem governador, tem um fofoqueiro que só pensa em eleição, só pensa em comprar pessoas, não pensa em outra coisa. Nós precisamos de um homem inteiro, que garanta a segurança das pessoas na nossa terra”, ressaltou Arthur.

Conforme dados da Gerência Administrativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), até este mês, 49 ocorrências de roubos e furtos já foram registradas. Nos últimos dias, quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs) foram alvos de bandidos.

“As pessoas que precisam do recurso da UBS ficam sem atendimento, pois com essas ocorrências os atendimentos são interrompidos. E, coincidência, isso só acontece com a prefeitura, não acontece com os órgãos do Estado. Parece que os traficantes respeitam o governo do Estado. Eles têm muita coisa contra a prefeitura”, ressaltou o prefeito.

Das ocorrências registradas, mais de 65% foram de furtos e 21,88% foram de roubos. A maioria foi registrada na zona norte, sendo 63% dos casos; seguido da zona oeste, com 22%, e 13% na zona leste. Entre os matérias mais visados pelos bandidos estão aparelhos de celular, computador, botija de gás e condicionadores de ar.

Nos transportes públicos, de janeiro a julho foram registrados 1.672 ocorrências de roubos em ônibus, uma média de 238 por mês, chegando a quase oito veículos assaltados por dia. Os dados são de um levantamento feito pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), junto ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram).

Em unidades de assistência social, as ocorrências somam 21 registros, desde o início do ano. Nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), destaca-se o Prourbis, no Jorge Teixeira, zona leste, onde foram registradas oitos ocorrências. Além disso, as unidades da Redenção, Alfredo Nascimento, Betânia e São José 3 e 4 também foram alvos da ação de bandidos.

Nas unidades de educação os números também são altos. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), de janeiro até a primeira quinzena de agosto, 85 unidades de ensino sofreram assalto, furto ou vandalismo. Os dois últimos assaltos foram agressivos, com rendição de professores e alunos na Escola Municipal Padre Calleri, na BR-174, e no Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasp) 01, no Eldorado, ocorridas na ultima sexta-feira (17).

Em 2018, serviço público Municipal registra 1.826 roubos e furtos

Em 2018, serviço público Municipal registra 1.826 roubos e furtos.#d24amSaiba mais: d24am.com

Posted by D24am on Tuesday, August 21, 2018