Metade da frota do AM não faz vistoria nem paga licenciamento, diz Detran

De acordo com o órgão, proprietários de 441,8 mil veículos do Estado também não pagam o licenciamento, o que contribui para alto índice de carros em condições precárias nas ruas

Gisele Rodrigues

Manaus – Estão em circulação 441 mil carros que não pagam licenciamento e nem passam por vistoria no Estado. De acordo com o diretor técnico do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Rodrigo de Sá, 48,9% da frota total do Estado, calculada em 902.846, está inadimplente. Veículos antigos, em mau estado de conservação acabam circulando na cidade sem passar pela vistoria, segundo o órgão, e só são pegos quando passam por blitze do Departamento.

Não é raro encontrar veículos em mau estado nas ruas de Manaus. (Foto: Divulgação)

Os donos de veículos com licenciamento em atraso podem, desde quarta-feira (4), efetuar o pagamento dos débitos junto ao Detran-AM antes de ter que levar o veículo para vistoria. O anúncio foi feito, na manhã de quarta, pelo diretor técnico do Departamento. A intenção, segundo ele, é que diminua o índice de inadimplência.

Na terça-feira (3), a reportagem da REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC) flagrou um veículo em péssimas condições circulando em uma das principais avenidas da capital. Sem pára-brisas traseiro, completamente amassado e até sem retrovisor no lado do motorista, o veículo é só um exemplo dos carros que estão circulando irregulares no Estado.

“Condições de integridade do veículo também são averiguadas nessa vistoria como a qualidade dos pneus, freios, limpadores de para-brisa trincado. Então o grande objetivo da vistoria é isso”, garantiu o diretor.

Antes da mudança o proprietário de veículo em atraso com o licenciamento era obrigado a passar pela vistoria, para a liberação dos boletos de pagamento do licenciamento anual. Agora, o Seguro Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), multas e as taxas do Detran-AM já estarão disponíveis.

De Sá explicou que com a Vistoria Reversa, como o Detran passou a chamar o novo procedimento, o inadimplente pode emitir e pagar as guias num prazo de 30 dias após o vencimento do licenciamento, sem a necessidade de vistoria.

“O dono de um veiculo com placa de final 4, cujo prazo venceu no dia 30 junho, poderá fazer o licenciamento até o dia 30 de julho, sem a obrigatoriedade de ter que passar pela vitoria. Já no caso de veículos com licenciamento atrasado há mais de um ano, o dono poderá emitir as guias de pagamento a qualquer tempo, entretanto, só poder receber o Certificado de Registro de Licenciamento Veicular (CRLV) após a realização da vistoria”, disse o diretor.

Outro projeto em estudo é o condutor com taxas, DPVAT, e multa em atraso pagar com cartão imediatamente, no momento da blitz. Dessa forma, o motorista não teria o veículo removido, mas ainda necessitaria da vistoria.