Prefeitura de Benjamin Constant investe em pessoal e cobra atualizações na transparência

Por Álisson Castro


A prefeita de Benjamin Constant, município distante a 1.118 quilômetros de Manaus, Iracema Maia da Silva, afirmou que conseguiu melhorar o portal da transparência do município investindo em pessoal da área e cobrando atualizações do secretariado. Benjamin Constant obteve a melhor nota, no ranking de transparência dos Estados e municípios, entre as prefeituras do Amazonas.

No ranking, divulgado pelo Ministério Público Federal (MPF), o município obteve 8,60 de uma pontuação que vai até a nota 10. “Tudo passa pela qualificação do servidor responsável (pelo Portal da Transparência) e os secretários estarem comprometidos em ter em mãos todas as informações atualizadas para que possam passar ao setor responsável pelo processamento”, afirmou a prefeita.

Iracema disse que foi um conjunto de fatores que proporcionou este destaque ao município. “A gente fica muito feliz com isto, porque Benjamin Constant é muito distante, mais de mil quilômetros longe de Manaus, e com todos os problemas de internet que o interior tem, mas isto não serviu de entrave para que a gente cumprisse o nosso objetivo, que é ter o portal atualizado para que a população pudesse ver o portal”, disse.

Questionada sobre os problemas de internet, principal desculpa das prefeituras do interior para não cumprir exigências de divulgação de dados, a prefeita de Benjamin Constant afirmou que pressiona muito a empresa contratada para fornecimento de dados. “Eu fico no pé o tempo todo. Se a gente está com dificuldade, se o sistema está lento, a gente pede para disponibilizar um pouco mais para manter atualizado. A gente explica que tem que cumprir a legislação, caso contrário, seremos obrigado a buscar um serviço melhor”, disse.

Chama atenção que no último ranking divulgado pelo MPF, em novembro do ano passado, Benjamin Constant possuía nota 0,50, uma das mais baixas do Estado. O portal da transparência é fornecido pela Associação Amazonense de Municípios (AAM) e as prefeituras pagam apenas pela manutenção do serviço e alimentam os dados disponíveis. O portal pode ser acessado no endereço http://www.transparenciamunicipalaam.com.br/amazonas/prefeituras.

No ranking do MPF, o Amazonas passou de terceiro pior para o quinto pior Estado do País no ranking de transparência das contas públicas. Entre as capitais, Manaus também teve evolução, passando da 23 ª pior para a 19ª pior em transparência entre as capitais. O Estado também melhorou quanto ao índice de transparência nos municípios do interior, passando de nota 2,90 para 3,93.

Na primeira avaliação, entre os Estados, o Amazonas obteve nota 4,60 e conseguiu um aumento de sua nota nesta segunda avaliação divulgada hoje, com nota de 7,50. Na transparência entre as capitais, Manaus recebeu nota 3,90 e passou para 7,70.