Prefeitura de Manaus ganha prêmio nacional de gestão pública

Essa foi a primeira vez que uma cidade do Amazonas ganhou a premiação. A capital venceu na modalidade Inovação na Administração Pública, com o projeto 'Os programas de inclusão socioeducacional da Espi, qualificação e empregabilidade'

Jucélio Paiva

Manaus – A cidade de Manaus ganhou o Prêmio Nacional Guerreiro Ramos de Gestão Pública 2017. A outorga foi concedida pelo Conselho Federal de Administração (CFA), em evento realizado na noite desta quarta-feira (20), na sede do Conselho Regional de Administração do Amazonas (CRA-AM), na Rua Apurinã, bairro Praça 14, zona sul da capital, e contou com a presença do prefeito Arthur Virgílio Neto.

Manaus ganhou o Prêmio Nacional Guerreiro Ramos de Gestão Pública 2017. Evento contou com a presença do prefeito Arthur Virgílio Neto. (Foto: Jimmy Geber)

Essa foi a primeira vez que uma cidade do Amazonas ganhou a premiação. A capital venceu na modalidade Inovação na Administração Pública, com o projeto ‘Os programas de inclusão socioeducacional da Espi, qualificação e empregabilidade’. O trabalho foi escrito pela professora doutora e administradora Luiza Bessa, ex-secretária municipal de Administração, Planejamento e Gestão, em parceria com os professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Manoel Carlos Oliveira Júnior e Andreia Brasil. Ao todo, foram 13 inscritos de todo o país.

Além de lembrar da trajetória do sociólogo Guerreiro Ramos, que leva o nome da premiação, o prefeito Arthur Neto comentou da importância em manter os que beneficiem a população de baixa renda na capital. “É com muito orgulho que recebemos esse prêmio e vemos a importância de continuar com os programas. Lembro também da pessoa que foi o sociólogo Guerreiro Ramos. Perseguido, foi morar na Califórnia, onde passou a ensinar, mas também nunca deixou de nos ensinar”, disse.

Foi o prefeito Arthur Neto que fez a entrega do prêmio para a professora Luiza Bessa. A cerimônia contou com a presença do presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), Wagner Siqueira, e do presidente do Conselho Regional de Administração (CRA-AM), Inácio Guedes Borges.