Coluna ‘Claro & Escuro’: Comissão de taxas da Suframa vai se reunir com empresários

Da Redação / portal@d24am.com

Manaus – A comissão mista que analisa a Medida Provisória que cria e regulamenta duas taxas, com arrecadação a ser destinada ao custeio e às atividades-fim da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) tem audiência pública marcada para a terça-feira (28), às 14h30.  A MP também estabelece que a importação de mercadorias estrangeiras ou a entrada de produtos procedentes do território nacional no âmbito da Zona Franca de Manaus, das Áreas de Livre Comércio (ALCs) ou da Amazônia Ocidental, deverão ser licenciadas ou registradas pela Suframa. Foram convidados representantes das seguintes entidades: Clube de Diretores Lojistas de Manaus; Sindicato do Comércio de Manaus; Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas; e sindicatos dos Bancários, dos Petroleiros, dos Trabalhadores na Agricultura e dos Estivadores. Foram chamados, ainda, representantes das Federações do Comércio de Roraima, de Rondônia, do Acre e do Amapá. No último dia 21, o assunto foi debatido pela comissão.

Desmatamento na região causa morte e deslocamento de milhões de aves

Mais de 4 milhões de aves e cerca de 140 mil macacos foram mortos ou tiveram que se deslocar por causa do desmatamento em unidades de conservação na Amazônia. Os dados são do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). O estudo mostra que entre 2012 e 2015, de todo o desmatamento na Amazônia, o percentual das ocorrências em unidades de conservação é de 12%. Um dado alarmante, visto que deveriam ser as áreas mais protegidas para conservação de animais e plantas.

Dê a sua opinião 1

Foi ativada a pesquisa do Ministério Público do Estado para consultar a sociedade sobre temas relevantes e de impacto na atuação do órgão.

Dê a sua opinião 2

O formulário estará aberto até o dia 9 de abril,na plataforma brainstormingweb, no endereço http://mpam. brainstormingweb. com.br/pesquisa.brain.

Vacina para a Venezuela

Por causa do surto da doença, Panamá, Nicarágua, Venezuela, Costa Rica, Equador e Cuba passaram a exigir vacina de febre amarela a turistas brasileiros.

Fraude no Pará

No Pará, a operação História de Pescador encontrou  um prejuízo potencial de R$ 185 milhões por ano na Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura.

Denúncia arquivada

O Ministério Público Federal arquivou denúncia contra policial militar do Amazonas, na Força Nacional, suspeito de reformar  material que deveria ser incinerado, na cidade satélite do Gama, no Distrito Federal.

Tribunais se adaptam

Um ano após o novo Código de Processo Civil entrar em vigor, os tribunais de Justiça dos Estados tomam providências para cumpri-lo e vincular suas decisões à do Supremo Tribunal Federal em casos de repercussão geral.

Avanço na confiança

Depois de se manter em baixa por 33 meses consecutivos, o Índice de Confiança da Indústria apresentou aumento de 2,9 pontos, no último mês. Foi  melhor resultado desde maio de 2014.

Youtuber processado

Após chamar o procurador Rodrigo Janot de rato e dar informação falsa sore uma reuni dele com Romero Jucá, o youtuber Rodrigo Pilha pode ser condenado por calúnia e injúria.

Villas Bôas continua

O comandante do Exército Brasileiro e ex-comandante militar da Amazônia general Eduardo Dias Villas Bôas anunciou, ontem, que tem doença degenerativa, mas que se sente bem para continuar no comando da força.

Lula quer vetar imagem do dia de sua condução

A defesa do ex-presidente Lula da Silva quer impedir produtores do filme ‘Polícia Federal – a Lei é Para Todos’, sobre a Lava-Jato, de utilizarem imagens da condução coercitiva do petista que teriam sido gravadas pela Polícia Federal durante a operação.

Nelson Jobim: ‘podemos ter um Trump caboclo’

O ex-ministro Nelson Jobim disse que é inviável tirar Temer do governo antes das  eleições de 2018 e defendeu um mínimo de entendimento nacional, conduzido por Lula e Fernando Henrique Cardoso, a fim de evitar a eleição de “um Trump caboclo”.

Mais info

8,4 milhões de reais é quanto a Confederal Vigilância e Transporte de Valores, empresa ligada ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), tem em dívidas previdenciárias com a União, referente a três débitos.

1,36 bilhão de dólares foram os gastos de brasileiros no exterior, em fevereiro deste ano, informou o Banco Central. O resultado é 61,7% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando os brasileiros desembolsaram 841 milhões de dólares.