Coluna ‘Claro & Escuro’: Ministro demite presidente da Funai por não nomear indicações do PSC

Confira as notas da Coluna Claro & Escuro desta sexta-feira, 21 de abril, do Diário do Amazonas

Da Redação / portal@d24am.com

Manaus – Com o aval do presidente Michel Temer (PMDB), o ministro da Justiça, Osmar Serraglio (PMDB), decidiu demitir o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Antônio  Toninho Costa, e substituí-lo por um representante da bancada ruralista. A demissão foi exigida pelo líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE), porque Toninho não aceitou nomear 25 pessoas indicadas por ele desde que a nova direção da Funai tomou posse.

Expectativa econômica na região Norte/Centro-Oeste

A última pesquisa Ibope, para o Indicador Nacional de Expectativa do Consumidor, da Confederação Nacional da Indústria, realizada entre 7 e 11 de abril, constatou que, nas regiões Norte/Centro-Oeste, 43% dos entrevistados acham que o desemprego vai aumentar nos próximos seis meses, 11% que vai aumentar muito e 21% que vai diminuir. A pesquisa também perguntou sobre a expectativa da renda. Nas duas regiões, 50% disseram que não vai aumentar, 26% que vai aumentar e 15% que vai diminuir. Outra pergunta foi: ‘Pensando na sua situação financeira atual, o(a) sr(a) diria que ela é muito melhor, melhor, igual, pior, ou muito pior do que três meses atrás?’ No Norte/Centro-Oeste, 32% responderam igual, 30% pior e 29% melhor.  Sobre as dívidas, o Ibope perguntou: ‘O(A) sr(a) diria que está muito mais endividado, mais endividado, com o mesmo número de dívidas, menos endividado, ou muito menos endividado do que nos últimos três meses?’ Respostas: 33% menos endividado, 24% mais endividado e 22% com as mesma dividas dos últimos três meses.

Grilagem de terras 1

Especialistas e representantes de movimentos sociais manifestaram o temor de que a Medida Provisória (MP) 759/16 facilite a regularização da grilagem de terras no País.

Grilagem de terras 2

A MP possibilita a titulação de terras públicas urbanas e rurais ocupadas irregularmente, inclusive na Amazônia Legal. Segundo o governo, mais de 50% das terras do País é irregular.

Recursos para a Câmara 1

Decreto Municipal, publicado ontem, limita a R$ 126.607.621,72 o limite dos repasses financeiros do Poder Executivo à Câmara Municipal de Manaus, em 2017.

Recursos para a Câmara 2

O limite é imposto pela Constituição Federal, considerando que o total das receitas em 2016, de acordo com o Balanço Geral do Município, alcançou o montante de R$ 2.813.502.704,93.

Funasa sob nova direção

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, nomeou o advogado Rodrigo Sérgio Dias para a presidência da Funasa, com orçamento de R$ 2,2 bi, indicado para o cargo pelo bloco formado pelos partidos PTN, PTdoB e PSL.

Dinheiro no interior 1

O Tribunal de Contas da União manteve a condenação da ex-prefeita de Santa Izabel do Rio Negro (AM) Eliete Beleza, em tomada de contas especial instaurada pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Dinheiro no interior 2

Eliete teve as contas de convênio com a Funasa, para melhorias sanitárias domiciliares do município, julgadas irregulares e terá que repor aos cofres públicos federais R$ 400 mil e pagar multa de R4 80 mil.

Obras para o verão

Antecipando as ações para Manaus, o prefeito  Arthur Neto está reunindo sua equipe financeira para garantir as obras do verão.

Desmatamento menor

Tramita na Assembleia do Estado lei da  deputada Alessandra Campêlo (PMDB) que declara Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas a Toada de Boi Bumbá.

Denúncias de fraude

O Ministério Público Federal apura denúncia de fraude na compra de remédios, em Silves (AM), em 2013.

Renan denuncia ‘perseguição a homens de bem’

Em pronunciamento, ontem, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), acusado na Lava Jato, disse: “presenciamos o envenenamento da democracia pelo açodamento na desmoralização de homens públicos de bem”.

Requião diz que projeto combate as carteiradas

Relator do projeto sobre abuso de autoridade, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) disse que  a proposta combate, por exemplo, a “carteirada’, quando uma autoridade se vale da sua posição para obter alguma vantagem, como furar uma fila.

Mais info

5,9% foi quanto cresceu a demanda por voos domésticos, em março, ante o mesmo período de 2016, no primeiro resultado positivo nessa base de comparação em 20 meses, informou a associação que representa as principais empresas do setor.

15,1 bilhões de reais foram pagos pela Caixa Econômica Federal, até o dia 19 de abril, em saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos entre janeiro e maio. O valor  equivale a 83,2% do total  previsto.

Veja a charge: