Ferrovia Bioceânica pela Amazônia ainda depende de vários acordos

Além da diferença da largura entre as rodas, a construção da Ferrovia Bioceânica, entre Brasil e Peru, passando pela Amazônia, depende de um acordo sobre o melhor traçado. O Peru quer que a ferrovia passe por uma região que está a 4 mil metros de altitude, em uma região politicamente importante para o País, o que custaria R$ 20 bilhões a mais do que a rota sugerida pelo Brasil, por outra região, que está a 2,7 mil metros de altitude.

Instrumentos de fanfarra

A secretaria de Estado de Educação acaba de comprar 14 pratos, 84 bombardinos e 47 sousafones, por R$ 772 mil, para as fanfarras das escolas estaduais.

Estandes liberados

Foi sancionada a lei municipal que revogou a Lei n. 385, de 30 de dezembro de 1996, que proibia a estande de tiro na área urbana do município de Manaus.

Recurso negado

O Tribunal de Contas da União negou recurso do prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Souza, em processo em que teve contas irregulares, junto com a Construtora Paricá.

Queimadas aumentam 1

A Secretaria de Meio Ambiente do Amazonas coloca Apuí em 1º lugar em queimadas, na 1ª semana de agosto. Manicoré, Novo Aripuanã e Humaitá estão na lista.

Queimadas aumentam 2

Agentes do Ibama e da Polícia Militar Ambiental do Amazonas agiram na área. Dias depois, os desmatadores voltaram a atuar.