Safra agrícola e varejo são o destaque na Região Norte

Em meio à retomada gradual da economia, o Banco Central registrou sinais de recuperação em todas as regiões do País. No Norte, os destaques são a safra agrícola e o varejo | Claro & Escuro

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Safra agrícola e varejo são o destaque na Região Norte

Em meio à retomada gradual da economia, o Banco Central registrou sinais de recuperação em todas as regiões do País. Segundo relatório divulgado, ontem (18), o desempenho do setor agropecuário e a recuperação do setor de comércio foram os grandes responsáveis pelo resultado. Na Região Norte, o Banco Central destacou os efeitos positivos da safra agrícola e a recuperação das venda no varejos como evidências de retomada econômica. De acordo com a instituição, o desempenho econômico regional está em linha com a evolução dos principais indicadores da atividade econômica e compatível com as perspectivas de recuperação econômica dos País. No segundo semestre, a economia brasileira cresceu 0,25% frente ao trimestre anterior, segundo o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado pela própria instituição. Na Região Nordeste, o crescimento da previsão da safra de grãos, que deve atingir 91,1% em 2017, além das vendas no comércio impactadas pelos saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), foram os sinais destacados pelo Banco Central.

Borracha e corretor

Pregão para registro de preços 005/2017, publicado ontem, da Câmara Municipal de Manaus, inclui 500 borrachas apagadoras, 350 frascos de corretor líquido e 450 apontadores de lápis.

Leis inconstitucionais 1

A procuradoria da Câmara de Vereadores de Manaus precisa informar aos parlamentares que a Constituição os impede de legislar sobre relações econômicas, como defesa do consumidor.

Leis inconstitucionais 2

A última proposta apresentada por um vereador quer acabar com venda casada de alimentos e bebidas em eventos, o que já é previsto no Código de Defesa do Consumidor.

Contratos advocatícios

O Ministério Público Federal está de olho nos contratos de advogados em Carauari, Guajara e Maraã em razão de pagamento de percentual por êxito nos processos do Fudef.