Alaídenegão recebe Márcia Novo e Manoel Cordeiro no Ao Mirante

O encontro será neste domingo, a partir das 17h

Manaus – Lambadas, boi-bumbá e guitarradas vão fazer o público amazonense dançar, neste domingo (2), no encontro da banda Alaídenegão com a cantora Márcia Novo e o guitarrista paraense Manoel Cordeiro, no Ao Mirante Bar (Rua Padre Agostinho Caballero, 287, Santo Antônio). A partir das 17h, os ingressos para a festa estarão disponíveis por R$ 15, na bilheteria da casa.

A parceria entre as três atrações se consolidou quando o músico esteve em Manaus, no ano passado, para participar do Luau Cauxi, junto com o filho, o guitarrista Felipe Cordeiro. Referência para artistas da região Norte, Manoel Cordeiro, atualmente, está produzindo o EP de Márcia Novo e tem o trabalho autoral divulgado nos shows da Alaídenegão.

“Há dois anos iniciamos um namoro, chegamos a escutar e experimentar sons juntos, mas, por conta da correria, não deu liga. Então nos reencontramos no Luau e eu fiz o convite, ele também estava a fim de produzir algo novo com alguém do Amazonas”, comenta a cantora, enfatizando que o convidado esteve por trás da produção de grandes sucessos da década de 80, como Carrapicho. “Temos muitas afinidades e o processo está sendo muito natural. Nosso EP mistura beiradão, música eletrônica e boi-bumbá”.

Na bagagem mais recente, Manoel e Felipe Cordeiro produziram ‘Do Tamanho Certo para o Meu Sorriso’, 22º álbum de estúdio de Fafá de Belém, lançado em 2015 e que rendeu dois prêmios no 27º Prêmio da Música Brasileira, como ‘Melhor Álbum’ e ‘Melhor Cantora’, na categoria ‘Canção Popular’.

Encontros

Em temporada de shows pela cidade, Márcia Novo adianta que a apresentação no evento será com banda completa, destacando os músicos Igor Brasil (percussão), Araújo (sax), Neto Armstrong (violão) e Sérvio Tulio (baixo), e participação especial do ‘papai’, como chama o rei da guitarrada paraense.

“Vai ser um showzaço, nunca toquei com a minha banda no Ao Mirante. Aquele lugar tem um energia deliciosa, essa visão de beira do rio e brisa traz toda uma atmosfera de encantamento”, define a artista radicada em São Paulo há três anos. “Tenho certeza que será uma noite linda, vamos bailar e transpirar bastante”.

Os anfitriões da noite também vão dividir o palco com Manoel Cordeiro, segundo o vocalista da Alaídenegão, Davi Escobar. “Será um momento especial tocar com uma figura como ele, um ícone da guitarra no Brasil e no mundo, além de ser um super produtor. Sempre digo que a gente não escuta o Manoel, a gente estuda o Manoel, é uma aula”, destaca o músico. “Ele é um cara que a gente é fã, por causa da guitarrada, é uma influência. Tem canções do novo CD que eu compus solos de guitarra inspirados depois que conheci o Manoel, no Festival das Águas, em Alter do Chão”.

Escobar conta ainda que a banda segue na produção do novo álbum, previsto para ser lançado em maio. “Já gravamos o CD e mandamos para o Rio de Janeiro, para mixagem. O disco vai ter 13 faixas, sendo cinco inéditas”, afirma o cantor. “Estamos guardando para apresentar ao público no show de lançamento. Até lá, temos muito trabalho e estamos nos dedicando ao máximo”.

Comentários via Facebook