Gol anuncia que cobrará bagagem despachada a partir de 20 de junho

Nova política de cobrança de bagagens foi anunciada dois dias depois do anúncio feito pela concorrente Azul

Das Agências/Redacao@diarioam.com.br

Foto: Divulgação

São Paulo – A companhia aérea Gol    anunciou   que vai começar a cobrança de bagagem despachada no dia 20 de junho.  As novas regras passarão a valer para bilhetes vendidos após essa data. A empresa está seguindo a concorrente Azul no que diz à política de cobrança de bagagens, que anunciou a cobrança dois dias antes.

A Gol irá disponibilizar em seus canais de vendas uma nova tarifa mais econômica, chamada Light, para quem não precisar despachar bagagens. Assim, os clientes da companhia poderão escolher a melhor opção para a sua viagem.

As atuais tarifas Programada e Flexível continuam a incluir, sem custo, uma bagagem de até 23kg; e a classe GOL Premium, disponível apenas nos voos internacionais, dois volumes do mesmo peso. Além disso, a bordo, já é possível viajar com uma mala de até 10Kg, independente do bilhete adquirido.

O preço da primeira bagagem despachada em voos nacionais será de R$ 30 ou R$ 60 – o valor mais barato é para quem comprar o serviço pela internet e o mais caro para quem fizer a opção no balcão de check-in. Para os voos internacionais, o preço da primeira mala varia entre US$ 10 e US$ 20.

“A Gol entende que a mudança nas regras de franquia de bagagens aproxima o país dos padrões adotados na aviação mundial. O cliente poderá escolher a melhor forma de realizar sua viagem, pagando menos se não despachar mala”, disse Eduardo Bernardes, vice-presidente de vendas e marketing da Gol, em comunicado.