Interessado em ser mesário ainda pode se candidatar e obter folga

Com informações de agências

Brasília – Quem está precisando tirar uma folga no trabalho para resolver problemas sem levar falta, ainda pode se candidatar a trabalhar como mesário nas eleições municipais. Os voluntários inscritos e não convocados até agora poderão ser chamados para substituir os membros nomeados que não poderão comparecer no dia da votação.

Direito a dois dias de folga no trabalho, sendo mais dois dias de folga para quem participar do treinamento está entre as vantagens de atuar como mesário.

A atuação também pode servir como critério de desempate em concursos públicos, se houver essa previsão no edital. Outro benefício é destinado ao mesário universitário, que terá direito a 30 horas de crédito na grade extracurricular, caso a instituição tenha convênio com o tribunal do Estado.

Também é concedido ao voluntário um certificado de reconhecimento público de serviços prestados à Justiça Eleitoral brasileira.

A inscrição voluntária pode ser feita durante todo o ano no cartório eleitoral referente à zona de votação do voluntário ou pela internet.

Para acessar o formulário de cada Estado, é preciso  entrar no site do TSE. O candidato deverá ser maior de 18 anos e estar em situação regular com a Justiça Eleitoral.

 

Impedimentos

Não podem ser mesários os candidatos e os parentes deles até o segundo grau. Também estão impedidos os integrantes dos diretórios de partidos que exerçam função executiva, os agentes e autoridades policiais, assim como os funcionários com cargos de confiança do Executivo e os que pertencem ao serviço eleitoral.

Neste ano, a convocação de mesários ocorreu até o dia 3 de agosto. O convocado, no entanto, pode apresentar justificativa caso não possa comparecer. A análise é feita caso a caso pelo juiz eleitoral.  A convocação de mesários voluntários para suprir essa falta fica a critério de cada zona eleitoral.

Os candidatos a mesários voluntários que não forem chamados para trabalhar nas eleições de 2016 poderão ser convocados em outros anos.

 

Trabalho

O mesário é nomeado para compor as mesas receptoras de votos no dia das eleições. Com o objetivo de promover a participação popular no processo eleitoral, a Justiça Eleitoral se vale de cidadãos convocados e voluntários para ajudar e fiscalizar os trabalhos. Eles são convocados pelo juiz eleitoral seguindo critérios definidos em lei.

Os mesários realizam todos os trâmites na seção eleitoral para receber e orientar o eleitor no dia da votação.

De acordo com o TSE, “o trabalho dos mesários é considerado de suma importância para o bom andamento das eleições e são eles os responsáveis por garantir a segurança e algumas garantias previstas na Constituição de 1988”.