Manaus: Uber já teve corrida de 168 km e usuário com 1,3 mil pedidos

A Uber divulgou, nesta quinta-feira (12), uma série de curiosidades sobre o primeiro ano de atuação da empresa na capital amazonense

Gisele Rodrigues / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Quantas vezes por semana você costuma usar aplicativos de transporte individual para se locomover em Manaus? Nesta quinta-feira (12), a Uber divulgou uma série de curiosidades sobre o primeiro ano de atuação da empresa na capital. O usuário com maior número de viagens acionou o aplicativo 1.308 vezes.

A empresa está atuando em Manaus há um ano (Foto: Reprodução)

Quanto custa uma viagem com o percurso de 168 quilômetros? Será que é caro? Um passageiro da Uber já acionou um motorista para ir de Manaus até Manacapuru. Segundo a empresa de tecnologia, essa foi a viagem mais longa neste primeiro ano.

Sobre o preço, a reportagem fez uma simulação, às 15h45 desta quinta-feira, onde a viagem custava R$ 162 na categoria Select, enquanto que o Uber X saía a R$ 134.

Para a empresa, os dados mostram que houve uma boa aceitação da Uber e a consolidação do aplicativo na cidade. Um único motorista parceiro fez, em um ano, 7.900 viagens e percorreu mais de 50 mil quilômetros, utilizando a plataforma. Em Manaus, o motorista foi o que mais fez viagens pela Uber, neste ano.

Até outubro do ano passado, cerca de 10 mil motoristas estavam associados na Uber na capital.

Turistas

Turistas de 84 países diferentes usaram o Uber, em Manaus, no último ano. A facilidade para pedir uma carro apertando um botão no celular, e, conforme a Uber, a qualidade no atendimento são alguns dos motivos que os manauaras e turistas de países como a Holanda e o Canadá usarem o App na cidade.

Os estrangeiros dos Estados Unidos, Reino Unido, França, foram os que mais solicitaram um veículo na capital, segundo a Uber.

A empresa iniciou suas operações em 2010 já tem mais de 5 bilhões de viagens nos países de atuação. “Começamos a olhar para um desafio ainda maior: reduzir congestionamentos e poluição em nossas cidades ao colocar mais pessoas dentro de menos carros”, diz o comunicado da Uber.