MT veta pagamento de seguro-desemprego no AM por fraudes

Laís Motta / portal@d24am.com

Manaus – O Ministério do Trabalho (MT) bloqueou o pagamento de 13 requerimentos de seguro-desemprego fraudulentos no Amazonas, entre dezembro e 26 de janeiro. O bloqueio foi feito após o início de um novo sistema antifraude, que começou a ser utilizado na concessão do seguro. Em todo o Brasil, foram bloqueados R$ 44,9 milhões em benefícios fraudulentos.

O MT não informou o volume referente ao bloqueio dos 13 benefícios no Amazonas, nem os tipos de fraudes cometidos no Estado. O novo sistema amplia a capacidade de identificação de requerimentos suspeitos, para bloquear pagamentos indevidos.

A base para o rastreamento é o CPF do trabalhador, o que também ajuda a reduzir problemas de duplicidade de matrícula no Programa de Inclusão Social (PIS). “A ferramenta fará integração com todas as bases de dados do Ministério do Trabalho, Receita Federal, Caixa Econômica Federal, entre outras. Isso vai proporcionar mais precisão e qualidade das informações, possibilitando maior agilidade no combate a esse tipo de crime”, disse o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

O sistema antifraude foi implantado em dezembro e, até 26 de janeiro, bloqueou 7.248 pedidos de seguro-desemprego, em todo o Brasil. O volume total bloqueado chegou a R$ 44,9 milhões. O MT está analisando 43,23 mil solicitações suspeitas, que representam  R$ 141,9 milhões.