No AM, candidatos já arrecadaram R$ 13 milhões em doações

De Álisson Castro

Manaus – Os candidatos na eleição deste ano no Amazonas já receberam R$ 13,585 milhões em doações, segundo dados divulgados no site Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na última quinta-feira (22).

Esta é a primeira eleição em que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabeleceu a proibição de doações por empresas para candidatos. A medida foi referendada na reforma política sancionada pela ex-presidente Dilma Rousseff que, em setembro do ano passado, vetou que empresas fizessem doações eleitorais.

No Amazonas, os 256 candidatos a prefeitos são os que mais arrecadaram para suas campanhas, totalizando R$ 5,201 milhões. Por sua vez, os 9.024 candidatos a vereador arrecadaram R$ 8,384 milhões, segundo dados do TSE.

As doações de pessoas físicas têm sustentado as campanhas políticas no Amazonas, com doações que somam R$ 8,804 milhões.

Entre as doações de maior valor feitas por pessoas físicas, há uma de valor estimado no valor de R$ 800 mil em forma de jingle para campanha eleitoral do candidato a vereador em Manaus Professor Delfino (PT).

O professor de Direito Eleitoral Leland Barroso explicou que eventuais erros ainda podem ser corrigidos pelos candidatos sem risco de punição. “Quando ocorre o chamado erro material, quando, por exemplo um candidato erra ao declarar um valor, este pode ser corrigido na prestação de contas final que ainda será entregue à Justiça Eleitoral”, afirmou Barroso.

Em Coari, município distante a 362 quilômetros de Manaus, o candidato a prefeito Adail Filho recebeu uma doação de um eleitor no valor de R$ 100 mil em forma de transferência eletrônica em 26 de agosto.

O menor valor doado foi R$ 2, realizado por um eleitor ao candidato a vereador, também em Coari, Eufrásio Azevedo Filho (PSB).

A segunda menor fonte de receita dos políticos no Amazonas são os recursos próprios, que totalizam R$ 2,322 milhões.

Em Manaus, o candidato a vice-prefeito na chapa ‘Pra Manaus Vencer’, Alessandro Bronze (PRTB), realizou três doações no valor de R$ 100 mil para a campanha da chapa, que tem como candidato a prefeito o vice-governador, Henrique Oliveira (SDD), totalizando R$ 300 mil em doação eleitoral.

Os partidos políticos são a terceira maior fonte de recursos na campanha deste ano, com R$ 2,244 em doações.

Em Manaus, os candidatos a prefeito registraram, até a última quinta-feira, R$ 1,748 milhão em doações e os candidatos a vereador, R$ 4,727 milhões.