Senai e Senac irão ofertar 8,1 mil vagas de cursos profissionalizantes

Por Laís Motta


Manaus – Em tempos de maior exigência no mercado de trabalho, ter um curso profissionalizante no currículo pode significar mais chances de conquistar um emprego. No segundo semestre, os moradores do Amazonas terão, ao menos, 8.117 vagas gratuitas em cursos em áreas como construção civil, beleza, informática, mecânica e gastronomia.

O Serviço Nacional da Indústria (Senai) vai disponibilizar, entre julho e dezembro, 4.406 vagas nas modalidades aprendizagem, qualificação, aperfeiçoamento e técnico, todas voltadas à profissionalização. Os cursos serão ofertados nas áreas de alimentação, mecânica, eletroeletrônica e construção civil.

Quando as inscrições forem abertas, o candidato deve ir até uma das Escolas do Senai para preencher um requerimento solicitando inscrição no curso desejado, atender aos pré-requisitos (escolaridade, idade e conhecimento) do curso e escrever, de próprio punho, uma autodeclaração de que não tem como custear o curso.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Estado (Senac) abrirá 3.711 vagas pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG), no segundo semestre de 2016. As oportunidades são para beleza, gastronomia, comércio, informática, saúde, turismo e idiomas.

As vagas do Senac são voltadas a pessoas de baixa renda, cuja renda familiar per capita não ultrapassa dois salários-mínimos. Alunos matriculados ou que já saíram da educação básica, assim como trabalhadores empregados ou desempregados podem cursar um profissionalizante.

Os interessados devem ficar atentos à divulgação da abertura de inscrições e acessar o site do Senac (www.am.senac.br) para verificar qual unidade está oferecendo o curso desejado. Se houver algum curso de interesse, o candidato deve ir à unidade e fazer sua inscrição.

As vagas de Senai e Senac são para as unidades de Manaus e também para municípios do interior como Tefé, Parintins, Itacoatiara, Manacapuru, Iranduba e Coari.