TRT concede aumento de 3,5% para a categoria dos rodoviários de Manaus

O processo, cuja relatoria é do desembargador Jorge Alvaro Marques Guedes, foi a julgamento após a Justiça não conseguir êxito durante as tentativas de conciliação

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima (TRT11) definiu reajuste salarial de 3,5% para a categoria dos rodoviários de Manaus, com vigência a partir de 1º de maio de 2017, a data base da categoria.

O dissídio coletivo visa estabelecer condições de trabalho entre os rodoviários e as empresas de transporte de ônibus urbano, incluindo o valor do salário dos diversos cargos, tais como o de motorista de ônibus urbano, que passou a ser R$ 2.383,98, de cobrador,R$ 1.191,97; e do administrador de linha em R$ 2.526,94.

O mesmo índice de reajuste de 3,5% deve ser aplicado aos demais benefícios financeiros, como ticket alimentação (R$ 14,25), cesta básica (R$ 240,00) e o vale-lanche (R$ 7,41).

O processo, cuja relatoria é do desembargador Jorge Alvaro Marques Guedes, foi a julgamento após a Justiça não conseguir êxito durante as tentativas de conciliação com a publicação do acórdão no dia 22 de março.