TV Paga perde 9,9 mil clientes no Amazonas

No Estado, em 30 dias, a queda no número de acessos à TV por assinatura chegou a 6,74 mil, ou 2,1%, o dobro da média nacional que caiu 0,91% de março para abril e 0,78%, em 12 meses

Da Redação/Redacao@diarioam.com.br

Telecomunicação No País, abril apontou um total de 18,7 milhões de assinantes de TV paga. Foto: Agência Brasil

Manaus – A TV paga perdeu 9,9 mil clientes no Amazonas, em abril, com relação a abril do ano passado, o que corresponde a um recuo de 3,1% na carteira de clientes em 12 meses, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em 30 dias, a queda no número de acessos chegou a 6,74 mil, ou 2,1%, o dobro da média nacional que caiu 0,91% de março para abril e 0,78%, em 12 meses.

Em abril, foram registrados 305,2 mil acessos no Estado contra 312 mil em março e 315,1 mil em abril do ano passado. O quarto mês do ano registrou o menor número de acessos até agora, abaixo de fevereiro que tem o segundo menor índice, com 308 mil acessos.

Nacional

No País, abril apontou um total de 18,7 milhões de assinantes de TV paga, o que corresponde a uma queda de 171,2 mil acessos em comparação a março e de 147,4 mil com relação a abril do ano passado.

Em relação às tecnologias, entre março e abril de 2017, a fibra ótica apresentou crescimento de 0,14%. Todas as outras tecnologias apresentaram redução. No entanto, em 12 meses, a fibra ótica registrou crescimento de 20,60% e o número de usuários receptores de satélites se manteve praticamente estável (0,19%).

A Oi apresentou o maior crescimento de março a abril e nos últimos 12 meses, 1,63% e 15,78% respectivamente, em função de ofertas reunindo DTH, banda larga, telefonia fixa e móvel em áreas onde a penetração das concorrentes é tradicionalmente baixa. Claro/NET e Vivo apresentaram redução em ambos os períodos.

Todos os Estados brasileiros apresentaram, entre março e abril, redução no número de assinantes de TV paga. No entanto, na comparação entre abril deste ano e abril de 2016, Piauí, com 9,66%, Maranhão, com 7,32%, e Rio Grande do Norte, com 6,26%, lideraram o crescimento.

Na cidade de São Paulo, a TV paga encerrou abril com 2,397 milhões de assinantes, contra 2,419 milhões em março (perda de cerca de  22.400 assinantes ou cerca de 1% da base de assinantes, o que está dentro da margem habitual).

Embora não seja um percentual alto, o número de abril na cidade é o menor da TV por assinatura desde setembro de 2013, quando havia 2.377 milhões de assinantes.