Mina vibra com gol e reafirma fama de talismã do Palmeiras

Foto: Alex Silva/Estadão

Estadão / Diário do Amazonas

São Paulo – O colombiano Mina tem 19 jogos e cinco gols muito importantes com a camisa do Palmeiras. O último deles foi na noite desta quarta-feira, quando aos 50 minutos do segundo tempo o zagueiro garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Jorge Wilstermann, da Bolívia, no Allianz Parque, e colocou o atual campeão brasileiro como o líder do grupo 5 da Copa Libertadores. A façanha fez o jogador se emocionar.

“Agradeço a Deus e à minha família. Sabíamos que seria um jogo difícil”, disse o defensor em entrevista ao canal Fox Sports depois do jogo. O colombiano teve de ficar fora da estreia do Palmeiras, semana passada, contra o Atlético Tucumán, para cumprir a suspensão de ter sido expulso na edição passada do torneio. Mina levou o cartão vermelho pelo Independiente Santa Fe em uma partida contra o Cerro Porteño.

Mina foi decisivo na campanha do título brasileiro no ano passado ao marcar quatro gols. Desses, três foram em clássicos. O colombiano fez o primeiro pelo clube contra o Santos, depois ajudou o Palmeiras a vencer de virada o São Paulo, deixou outro na vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, na arena rival, e, por fim, deixou o dele nos 2 a 1 sobre o Coritiba, quando a equipe defendia a liderança contra os adversários.

O técnico Eduardo Baptista elogiou depois do jogo a atuação e o comportamento do colombiano no lance do gol, no último instante da partida. “Sai uma falta, Mina insistiu, teve a persistência de continuar no ataque, presença de área e fez o dele. A bola é rebatida e mesmo ele permanece na área, confiante que teria chance”, afirmou.

Na saída de campo o colombiano afirmou que a vitória sofrida deve ser a primeira de muitas outras dificuldades a serem enfrentadas pelo Palmeiras nesta Libertadores. “O time deles é um time grande também, não existe isso de time pequeno na Libertadores. Sabíamos que tínhamos que ganhar em casa”, comentou o zagueiro ao canal Fox Sports.