​Contemplado por edital da Caixa, Festival Breves Cenas tem edições garantidas

Kamilla Vieiralves / portal@d24am.com


Manaus – A Caixa Econômica Federal divulgou, nesta quarta-feira (28), o resultado da seleção dos projetos culturais a serem realizados, em 2017. Na lista, o único representante do Amazonas contemplado é a 9ª edição do Festival Breves Cenas de Teatro, a ser realizado no período de janeiro de 2017 a fevereiro de 2018. E a conquista garante duas edições inéditas do festival, já que a edição do evento que aconteceria em 2016 teve sua data adiada para o início de 2017.

De acordo com o diretor do evento, Dyego Monnzaho, o adiamento aconteceu por um problema de agendas. “A 8ª edição do festival deveria ter acontecido em novembro, mas, como grande parte dos participantes vêm de fora de Manaus, nós acabamos tendo um problema de agenda. Por isso, resolvemos transferir esta edição para fevereiro de 2017, com o consentimento do patrocinador, já que ainda compreende o período de 12 meses estipulado pelo edital”, comentou o diretor.

Os espetáculos selecionados para a 8ª edição, no próximo ano, são: ‘A excêntrica família de clowns’, da Cia de Teatro Língua de Trapo (AM); ‘Balada de um palhaço’, da Cia Kamaleon (RJ); ‘De encontro’, do Grupo Criatê Arte e Produção (AM); ‘Empoeiradas’, da Casa 407 Coletivo de Teatro (RJ); ‘Ensaio meu’, do (In)verso Coletivo (RJ); ‘Grande Edgard’, do Grupo Zona II (CE); ‘Last dance’, do Este Coletivo (MG); ‘Macacos’, da Cia do Sal (RJ); ‘Matador de santas’, do Carranca Coletivo (RJ); ‘No ponto’, da Acorda! Cia de Teatro (RJ); ‘Recolon’, de Leonardo Scantbelruy (AM); e ‘Sofénia Amadeo, A pintura’, da Trupe Zarpando (RJ).

As obras ‘Tchekhov em solo: Malefícios do tabaco’, da Trupe Andarilhos (RJ); ‘Separação de dois esposos’, da Cia. Um de Nós (AM); ‘As lavadeiras’, da Cia 3 Entradas (SP); e ‘Balões’, de Jean Palladino (AM) são suplentes.

Processo de seleção

Para a edição 2016/2017, o Festival Breves Cenas foi contemplado em meio a 397 festivais, dos quais 27 foram selecionados (11 de dança e 16 de teatro), com um valor aprovado de R$ 100 mil. Já para o período de 2017/2018, o projeto foi contemplado entre 34 (9 de dança, 15 de teatro e 10 de multilinguagem), de 527 festivais inscritos.

Para a seleção, foram considerados somente os festivais que contemplem a partir de cinco companhias ou grupos de teatro e dança participantes, e que tenham, no mínimo, dez espetáculos distintos, além de palestras, oficinas e cursos.