‘Aguardo com tranquilidade’, diz Temer sobre o impeachment

Por O Globo / Diário do Amazonas


Brasília – Enquanto a presidente afastada Dilma Rousseff faz sua defesa no julgamento final do processo de impeachment no Senado, o presidente interino Michel Temer disse que aguarda com “absoluta tranquilidade” o resultado do processo. Após cerimônia no Palácio do Planalto com atletas olímpicos nesta segunda-feira, Temer negou que tenha assistido ao discurso de Dilma no Senado pela manhã.

 
— (Aguardo) Com absoluta tranquilidade. Eu sou obediente às instituições e espero que o Senado Federal venha a decidir — declarou o presidente interino à imprensa depois de cerimônia com os atletas, e completou:

— Eu estou aguardando o resultado — afirmou aos repórteres, enquanto seguranças da Presidência reagiam com truculência.

Ao ser perguntado se acreditava que Dilma Rousseff conseguiria reverter votos e evitar sua destituição, Temer não respondeu, mas fez um semblante de ironia.

O presidente interino negou que tenha assistido ao discurso de Dilma mais cedo no Senado. Ele argumentou que estava despachando e que não teve tempo. Entretanto, só veio ao Palácio do Planalto às 14h, horário da cerimônia, e ficou até então no Palácio do Jaburu sem agenda oficial. Os ministros Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Dyogo Oliveira (Planejamento) estiveram com Temer em sua residência oficial pela manhã.

— Eu não assisti, sabe que eu não tive tempo, eu fiquei trabalhando nos despachos.

Cerca de 60 atletas foram ao Planalto. Entre eles, nove medalhistas de ouro: Rafaela Silva (judô); Kahena Kunze e Martine Grael (vela); Bruno Schmidt e Alison Cerutti (vôlei de praia); Lucarelli, Lucão, Lipe e William (vôlei).

Leonardo Picciani, ministro do Esporte, garantiu a continuidade do investimento do governo federal nos atletas, sem mencionar o processo de impeachment. O presidente interino Michel Temer voltou a falar que o desempenho do Brasil nos Jogos Olímpicos será revertido em “união” nacional.

— O que o Brasil mais quer hoje é união. Uma mente sã e um corpo são — declarou o peemedebista, que chegou a usar uma toca de polo aquático enquanto tirava fotos com os esportistas.