Alan Ruschel volta a pisar em um gramado no Beira-Rio: ‘Melhor sensação do mundo’

Estadão Conteúdo / portal@d24am.com


Porto Alegre – Um dos seis sobreviventes do acidente aéreo que matou 71 pessoas – entre jogadores, membros da comissão técnica e dirigentes da Chapecoense, além de jornalistas e tripulantes – nos arredores de Medellín, na Colômbia, no dia 29 de novembro, o lateral-esquerdo Alan Ruschel voltou, nesta quarta-feira (21), a pisar em um gramado de futebol. Foi no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, em um jogo beneficente organizado pelo meia argentino Andres D’Alessandro, que está voltando ao Internacional após empréstimo ao River Plate.

Exatamente 22 dias depois da tragédia, o jogador voltou a um estádio de futebol e deu o pontapé inicial da partida amistosa. Alan Ruschel foi a grande novidade na lista de convidados do evento. Ele ainda tem contrato com o Internacional e está emprestado à Chapecoense até o final do Campeonato Catarinense do ano que vem, que acabará no início de maio.

Recebido no campo por D’Alessandro, Alan Ruschel ganhou camisas em homenagem ao zagueiro Neto e ao goleiro Jackson Follmann, outros sobreviventes do acidente. “Ah! É Alan Ruschel! Ah, é Alan Ruschel”, gritou o público. O pontapé simbólico foi precedido por um grito coletivo de “Vamo, Vamo Chape”.

“É a melhor sensação do mundo para mim. Poder estar de volta, andando, estar com vocês. Sou eternamente grato a isso. Espero honrar da melhor maneira os que foram”, disse Alan Ruschel, logo após deixar o gramado em entrevista ao canal de TV a cabo ESPN Brasil.

Alan Ruschel chegou ao Rio Grande do Sul no último domingo para se recuperar na casa dos pais, no município de Nova Hartz. A previsão dos médicos é que o lateral-esquerdo possa voltar aos treinamentos e jogos dentro de seis meses.