Amanda cala Las Vegas em 48 segundos e mantém o ‘cinturão do peso galo’

Da Redação / portal@d24am.com


Las Vegas – A brasileira Amanda Nunes nocauteou a norte-americana Ronda Rousey em apenas 48 segundos na luta principal do UFC 207, nesta sexta-feira (30), em Las Vegas (EUA), calando a T-Mobile Arena. Após muita expectativa em torno do retorno da estrela ao octógono, quem brilhou foi a brasileira, que manteve o cinturão peso galo feminino e conquistou a maior vitória de sua carreira, cravando seu nome no estrelato.

A luta

O duelo começou de maneira eletrizante, com as duas partindo para a troca de golpes centro do octógono. No entanto, não deu nem para a saída. Após uma boa sequência de golpes, Nunes castigou a ex-campeã com vários de socos. Ronda ainda tentou se defender, mas Amanda acertou vários golpes, obrigando Herb Dean a encerrar o combate com apenas 48 segundos, com Rousey nocauteada em pé.

“Eu sei que todos amam Ronda Rousey, que ela é muito grande, mas eu me preparei mental e fisicamente para isso. Para tudo isso. Eu sabia que isso ia acontecer. Eu sou a melhor do mundo”, disse Amanda, ainda no octógono. “Pessoal, esqueçam da Ronda. Agora, ela vai fazer filmes, já tem muito dinheiro. Temos muitas garotas aqui que trabalham duro. Brasil, deem moral para a Leoa! Eu sou a campeã verdadeira”, completou a brasileira, eufórica com sua atuação.

O fim de Ronda?

A derrota avassaladora diante de Amanda Nunes deve marcar o fim da carreira de Ronda Rousey. A maior estrela do MMA feminino, que acumulou sua segunda derrota consecutiva,ao que tudo indica irá pendurar as luvas para se dedicar apenas ao cinema.

Resultados UFC 207:

Peso galo: Amanda Nunes derrotou Ronda Rousey por nocaute técnico aos 48s do R1

Peso galo: Cody Garbrandt derrotou Dominick Cruz por decisão unânime dos juízes (48×46, 48×47, 48×46)

Peso galo: TJ Dillashaw derrotou John Lineker por decisão unânime dos juízes (30×26, 30×26, 30×26)

Peso meio-médio: Dong Hyun Kim derrotou Tarec Saffiedine por decisão dividida dos juízes (30×27, 28×29, 29×28)

Peso mosca: Ray Borg derrotou Louis Smolka por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×26, 30×26)