Amazonas tem 110 mil números de celular cancelados em quatro meses

Manaus – Mais 110,67 mil números de celular foram cancelados nos quatro primeiros meses de 2016, no Amazonas. Os dados são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que mostram que a quantidade de linhas tem reduzido em todo o País, resultado da crise econômica, inflação e desemprego.

O Amazonas fechou abril com 3,61 milhões de linhas ativas na telefonia celular. O atual número de telefones habilitados é bem menor que em janeiro passado, quando o Estado tinha 3,72 milhões de linhas móveis. Em números reais, são 110,67 mil números a menos no Estado em apenas quatro meses.

Comparado a abril de 2015, o cancelamento de pré e pós-pagos é ainda maior. O atual número de linhas ativas é 15,65% menor que do ano passado, quando o Estado tinha 4,28 milhões de números de celular.

O mercado de telefonia, assim como em todo o País, está mais fraco nos quatro primeiros meses deste ano que em 2015. Enquanto foram cancelados 110,67 mil números no Amazonas entre janeiro e abril de 2016, no mesmo período do ano passado foram criadas 118,59 mil linhas móveis.

Com o mercado de telefonia mais restrito, o Amazonas tem 9,06 linhas de celular para cada dez moradores do Estado. É a segunda menor proporção de números de celular por habitantes do País.
Em abril, o Brasil chegou a 256,43 milhões de linhas ativas na telefonia móvel, enquanto em janeiro eram 257,25 milhões. Em abril de 2015, o País tinha 283,52 milhões de linhas ativas.