Coluna ‘Claro & Escuro’: Presos poderão ser obrigados a arcar com seus custos na cadeia

Da Redação / portal@d24am.com


Manaus – Tramita no Senado, proposta do senador Waldemir Moka (PMDB-MS), em discussão na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), o PLS 580/2015, que  altera a Lei de Execução Penal (Lei 7.210/1984) para determinar que cada preso contribua com o Estado para custeio de suas despesas no estabelecimento prisional. Caso não possua recursos próprios para o ressarcimento, o preso deverá trabalhar para compensar esses custos.

O projeto será votada na CCJ em decisão terminativa. Se aprovada e não houver recursos para sua apreciação em Plenário, seguirá direto para a Câmara dos Deputados. Dados do Grupo de Estudos Carcerários Aplicados da Universidade de São Paulo (USP) calculam que um preso custa à administração pública, mensalmente, em média, cerca de R$ 1.500. Esse valor pode triplicar em caso de o preso estar em presídio federal. A proposta — aberta à opinião da população, no portal do Senado na internet — havia recebido até esta terça-feira (17) mais de 26 mil manifestações, sendo 97% favoráveis à aprovação da matéria.

Movimento alerta para mais conexão entre as pessoas ao invés de divisões

Frente à perspectiva do novo governo Trump, o movimento #BridgesNotWalls (#PontesNãoMuros) alerta que o mundo necessita de mais conexão entre as pessoas ao invés de fortalecer divisões. Amanhã, o movimento ao lado de seus parceiros e colaboradores, fará uma manifestação global para enviar uma mensagem alta e clara sobre conexão ao invés de divisão. A hashtag faz menção à promessa de Trump de construir um muro para dividir os EUA do México.

Lupa nas emergências

O Ministério Público do Estado está acompanhando com lupa a situação de emergência decretada em Coari, para fiscalizar eventuais contratações diretas sem licitação.

Maus Caminhos 1

Continua preso, na operação Maus Caminhos, o empresário Erhard Lange, pai de Elizete Lange, importante socialite do município de Itacoatiara (AM).

Maus Caminhos 2

Erhard foi preso por superfaturar lavagem de roupa e serviços em condicionadores de ar, em hospitais. A Polícia Federal investiga de onde vinha tanto  poder do empresário, no esquema de lavagem de dinheiro.

Contrato do Delfina

A Susam publicou o extrato do 1º aditivo ao contrato com o Instituto  Imed, para gerenciar o Pronto-Socorro Delfina Aziz: R$ 32,89 milhões, de dezembro de 2016 a junho deste ano.

Para ter certeza

O Governo do Amazonas está recontando os presos em todas as suas unidades prisionais. A medida foi anunciada pelo novo secretário de Administração Penitenciária, coronel Cleitman Rabelo.

Perda de empregos

A base média de trabalhadores no Polo Industrial de Manaus  passou de 127 mil, em 2014,  80 mil, no ano passado.

Violência latina

Com apenas 8% da população mundial, a América Latina registra 31% das mortes ocorridas no planeta.

Contra os LGBT

De acordo com a Secretaria de Justiça, 29 gays, travestis, transexuais e lésbicas foram mortos no Amazonas, em 2016.

Juntos por Maia 1

O PCdoB, da senadora Vanessa Grazziotin (AM), decidiu apoiar Rodrigo Maia, do DEM, do deputado Pauderney Avelino (AM).

Juntos por Maia 2

Para quem não lembra, o PCdoB e o DEM foram inimigos ‘mortais’ no processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Em busca de candidatos

O Partido Novo fará um chamamento pelo País para avaliar  possíveis candidatos nas próximas eleições.

Usar as Forças Armadas é uma ousadia, diz Temer

O presidente da República, Michel Temer, disse que o uso das Forças Armadas para a vistoria de presídios estaduais no País é “uma ousadia”. “Mas é uma ousadia que o Brasil necessita e que dá certo. Essa é a grande realidade”, afirmou.

Crivella nomeia padre carismático como assessor

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, nomeou o padre Marco Dias como assessor de gabinete. Baiano de Feira de Santana, Marco é ligado ao movimento carismático católico e apresenta o programa ‘Uma Palavra de Cura’, na rádio Catedral FM durante as madrugadas.