Desmatamento na Amazônia ceifa a esperança de futuro da floresta

A elevação nas taxas do desmatamento na Amazônia pulveriza ativos que poderiam fazer o País dar o verdadeiro salto para o futuro, na direção do desenvolvimento limpo, sustentável e socialmente inclusivo. Estudo do climatologista Carlos Nobre (MIT) alerta que drásticas mudanças no uso da terra, com altas taxas de desmatamento e incêndios, combinados com períodos de seca cada vez mais longos e eventos climáticos extremos, podem levar a floresta a um processo irreversível de ‘savanização’.

Direção política tem traço do PMDB e dos tucanos

O resultado das eleições em Manaus mostrou a força de uma linha política pragmática que desponta no horizonte nacional sustentado, principalmente, pelo PMDB e pelo PSDB.  Nas últimas eleições municipais, o PMDB elegeu 1.015 candidatos em primeiro turno e disputou com 16 candidatos o segundo turno, elegendo mais seis. Agora, o partido disputou o segundo turno com 15 candidatos e conquistou oito prefeituras. Foram eleitos 1.039 peemedebistas e 805 tucanos. Juntas, as siglas elegeram 33,5% do total de prefeitos no País. O PMDB sempre esteve na órbita das grandes decisões da política nacional e amplia sua atuação como mostram as últimas votações no Congresso Nacional de matérias polêmicas e de grande impacto econômico e social. Em Manaus, a presença do PMDB na aliança com os tucanos foi decisiva para montar uma base que promete efetividade em tocar os projetos de infraestrutura que dependem de convênios federais. Esse suporte será vital para uma gestão que traga maiores benefícios à população, com o apoio dos parlamentares da bancada estadual que formam a composição do governo federal.

Resposta a invasão

Os órgãos ambientais e de segurança no Amazonas devem responder, nesta semana, à requisição do Ministério Público Federal sobre invasão criminosa de áreas públicas na BR-319.

Dolo na dispensa

Segundo o ministro Rogerio Schietti Cruz, do STJ, o crime de dispensa indevida de licitação exige dolo específico de causar dano ao erário e demonstração do prejuízo pela administração.

Comércio exterior

A Suframa sediará, em novembro, o Fórum Amazônico, para  apresentar e discutir temas estratégicos e pragmáticos sobre o comércio exterior na Amazônia.

Homenagem a Lula 1

Na última quinta-feira, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) homenageou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por seu aniversário de 71 anos, com o plenário vazio.

Homenagem a Lula 2
Não havia um senador sequer no plenário prestando atenção em seu discurso. Apenas o senador Paulo Rocha (PT-PA) estava no recinto. Ele presidia a sessão não deliberativa.

Mansão no Uruguai

De acordo com reportagem de capa desta semana da revista IstoÉ, a operação Lava Jato investiga se uma mansão de US$ 2 milhões, em Punta del Este, no Uruguai, pertence ao ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva.

Futuro incerto

A decisão do Supremo de rejeitar o direito à desaposentação deixou o futuro incerto para cerca de 1,6 milhão de brasileiros. Segundo levantamento de Rogério Nagamine, pesquisador do Ipea.

Pressão por CPI 1

Passada a eleição municipal, a Assembleia Legislativa do Estado vai sofrer ainda mais pressão para instalar a CPI para investigar os desvios na saúde pública do Estado, com o caso do Instituto Novos Caminhos.

Pressão por CPI 2

A pressão pela CPI da Saúde recairá  diretamente voltada para deputados governistas, que estarão buscando fazer campanhas para se reelegerem, nos próximos dois anos, e que podem perder suas bases de eleitores no Estado.

Segurança inclui CPI e ações no Mercosul

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que, entre as propostas  sobre segurança pública, estão a criação de uma CPI sobre  a presença do crime organizado nas eleições e a possibilidade das polícias de cada país do Mercosul prenderem criminosos que cruzem as fronteiras.

Odebrecht: a chamada delação do fim do mundo

A delação premiada de 75 executivos da Odebrecht, incluindo seu ex-presidente Marcelo Odebrecht, tem 300 novas histórias sobre a corrupção no Brasil. O juiz federal Sergio Moro  dá dimensão da turbulência que se aproxima ao comentar: “Espero que o Brasil sobreviva”.