Emprego estabiliza e vendas sobem no Polo Industrial de Manaus

O aumento nas vendas de TVs, celulares, motocicletas e condicionadores de ar elevou o faturamento nos cinco primeiros meses do ano e manteve o nível dos postos, informa a Suframa

Da Redação/redacao@diarioam.com.br

As empresas faturaram R$ 31,41 bilhões, até maio, alta de 9,9% (Foto: Jair Araújo)

Manaus – O aumento nas vendas de televisores, celulares, motocicletas e condicionadores de ar elevou o faturamento do Polo Industrial de Manaus (PIM) nos cinco primeiros meses do ano e contribuiu para manter o nível do emprego. De acordo com os Indicadores Industriais da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) as empresas faturaram 31,41 bilhões, alta de 9,9% com 84,9 mil trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados, contra 84,8 mil, no mesmo intervalo de 2016.

Nos primeiros cinco meses do ano, ocorreram 12.420 admissões e 11.906 demissões, com saldo de 514 vagas ocupadas e a média mensal de empregados no período atingiu 84.055, contra 82.847 em igual intervalo do ano passado. Já a média mensal acumulada até maio é de 84.590 empregos. O número é 0,84% inferior à média acumulada em todo o ano passado, que atingiu 85.670 trabalhadores, segundo os dados fornecidos pelas indústrias para a Suframa.

Com R$ 9,03 bilhões (US$ 2.89 bilhões) faturados de janeiro a maio, o polo Eletroeletrônico teve a maior participação no resultado global de faturamento do PIM, respondendo por 28,75% do total. Em seguida estão os segmentos de Bens de Informática, com participação de 20,61%, além de Duas Rodas, com 14,05% e Químico, com 11,61%.

De acordo com a Suframa, os setores que apresentaram crescimento na comparação entre o primeiros cinco meses de 2017 com o mesmo intervalo de 2016 foram: Eletroeletrônico (17,79% em moeda nacional e 38,37% em dólar); Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico (25,20% e 46,40%); Termoplástico (11,35% e 31,1%); Bebidas (44,52% e 70,95%); Metalúrgico (12,65% e 33,10%).

Produtos

Entre os produtos que apresentaram incremento relevante de produção no acumulado dos cinco primeiros meses de 2017, em relação ao mesmo período do ano anterior, destacam-se o monitor com tela LCD para uso em informática (1132,54%); unidade condensadora para split system (602,02%); unidade evaporadora para split system (303,91%); porteiro eletrônico (290,85%); home theater (109,84%); condicionador de ar split system (73,89%); forno micro-ondas (85,15%); e tablet computador (36,57%).

Em termos de volume de faturamento apresentado, os dez principais produtos fabricados pelo PIM de janeiro a maio de 2017 foram: televisor com tela de cristal líquido (US$ 1.82 bilhão e R$ 5,72 bilhões); telefone celular (US$ 1.18 bilhão e R$ 3,74 bilhões); motocicleta, motoneta e ciclomotores (US$ 1.09 bilhão e R$ 3,45 bilhões).