Ex-Guarani, Silas é diagnosticado com leucemia e busca doador para viver

Estadão Conteúdo / portal@d24am.com


São Paulo – A leucemia voltou a ameaçar a vida do atacante Silas, de 29 anos, que teve passagens por Capivariano, Guarani e Cuiabá. Há uma semana, após quase dois anos do último tratamento, ele foi diagnosticado novamente com a doença. E, no desespero, pede ajuda para encontrar um doador de medula óssea, única forma de cura deste tipo de câncer.

“Estou internado e desesperado para conseguir ajuda. A doença voltou com tudo. Estou realizando as seções de quimioterapia regularmente, o que resolve por um tempo. Mas preciso encontrar um doador de medula para seguir vivo”, disse o jogador, que está internado no hospital Santa Marta, de Brasília.

“Procuro não pensar no futebol. Vou focar todas as forças na minha saúde para melhorar o mais rápido possível. Se Deus quiser, vamos dar a volta por cima. E quem sabe voltar a jogar ainda e fazer uns gols para terminar a carreira com chave de ouro”, disse Silas, esperançoso.

Todos que estão dispostos a ajudar o jogador precisam procurar o hemocentro mais próximo, se cadastrar no banco de dados e doar 10 ml de sangue para realizar o teste de compatibilidade. Vale lembrar que a medula óssea vai para um banco de espera e, consequentemente, enviada àqueles que necessitam.

Ou seja, Silas está em uma fila e precisará esperar para conseguir a doação, sendo importante todos que puderem realizar esse procedimento, pois assim há mais chance de salvar vidas. “Infelizmente ainda não tem como direcionar a doação para uma pessoa específica, precisa entrar na fila. Espero que as pessoas embarquem na campanha, pois ajudará muita gente”, finalizou o jogador.

Doença

Em 2014, Silas viveu, talvez, o melhor momento de sua carreira ao ser artilheiro do Capivariano em seu acesso inédito à elite paulista. No início de 2015, foi passar por exames de rotina para iniciar a pré-temporada pelo time de Capivari (SP), quando o exame diagnosticou leucemia. Um ano depois de muita batalha e intenso tratamento, retornou aos gramados e foi anunciado como novo reforço do Penapolense, em julho de 2016.

No Capivariano e realizando tratamento em Piracicaba (SP), o jogador ganhou o apoio de torcedores, como o garoto Gabriel, que até raspou o cabelo para homenagear o atacante, e o goleiro Douglas, um dos principais companheiros do artilheiro.

A leucemia é um conjunto de neoplasias malignas (câncer) que atingem o sangue e possuem origem na medula óssea. Quando a doença demora para ser detectada, a única forma de cura é com um transplante de medula. Em 2012, o Instituto Nacional do Câncer estimou que, no Brasil, houve cerca de 4.500 homens e 4.000 mulheres afetados pela doença.