Jaílson conquista a confiança de Cuca no gol do Palmeiras

Estadão Conteúdo /  Diário do Amazonas


São Paulo – De terceiro goleiro à nova sensação da defesa do Palmeiras. Essa é a trajetória recente do goleiro Jaílson. Em quatro partidas como substituto de Fernando Prass, que se recupera de uma cirurgia no cotovelo direito, o reserva soma três vitórias e um empate. Portanto, está invicto. A boa atuação diante do Fluminense, na vitória por 2 a 0 em Brasília, reafirmou o bom momento do goleiro.

Depois de ter escolhido Vagner como substituto de Prass, Cuca afirmou que o Palmeiras encontrou o substituto do veterano. Vagner teve algumas falhas e não aproveitou a oportunidade. “Tomara que ele continue assim. Hoje (domingo) não teve uma sequência de defesas, mas quando preciso ele estava presente. No primeiro tempo, no lance do Marcos Junior, no segundo tempo em algumas bolas perigosas que ele salvou”, disse o treinador.

O goleiro de 35 anos prefere conservar os pés no chão. “O Palmeiras tem um histórico de grandes goleiros, é muito difícil assumir essa posição, mas estou apenas fazendo o meu trabalho”

Na partida diante do Botafogo-PB, nesta quarta-feira, no Allianz Parque, Jailson será titular novamente. Para a estreia na Copa do Brasil, o goleiro revela a orientação que recebeu do técnico Cuca ainda no gramado em Brasília após a vitória sobre o Fluminense. “Ele pediu para ficar mais ligado. Disse que o time se desligou um pouco e que precisava cobrar a zaga”, revelou.