‘Manôbike’ começa a funcionar a partir de quinta-feira

Da Redação /Diário do Amazonas


Manaus – Começa a funcionar, a partir desta quinta-feira (29), o sistema de bicicletas compartilhadas em Manaus, o Manôbike, o segundo projeto deste tipo na Região Norte. O diretor de planejamento do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Laurent Troost, informou que foram instaladas 11 estações no entorno do Centro da cidade. De acordo com ele, os ciclistas vão circular em uma ciclorrota, que já está sendo implantada. O sistema será operado pela empresa Samba Transportes Sustentáveis.

A ideia, segundo Troost, é disseminar o uso de ‘bike’ na capital de forma compartilhada com os demais veículos. O projeto acata uma das recomendações propostas pelo Plano de Mobilidade Urbana (Plamob) assinado este ano pelo prefeito Arthur Neto. A previsão, segundo o Implurb, é de que até o final do ano, todas as 11 estações estejam cobertas pela ciclorrotas e em pleno funcionamento.

As estações foram implantadas nas proximidades do Colégio Militar, na Praça do Congresso, Beneficente Portuguesa, Teatro Amazonas, Galeria Espírito Santo, Praça Dom Pedro II, Praça da Matriz/Eduardo Ribeiro, Praça Heliodoro Balbi, Mercado Municipal Adolpho Lisboa, Igreja Nossa Senhora dos Remédios e Parque Jefferson Péres.

De acordo com Troost, nesta quinta-feira, todas as 11 estações entrarão em funcionamento. Ele explicou que junto com ela, entrará em funcionamento um trecho da ciclofaixa, que já vai interligar as estações  da Avenida Eduardo Ribeiro com Rua 10 de Julho, Avenida Getúlio Vargas, Teatro Amazonas e Praça Heliodoro Balbi.

“Esse é o projeto piloto da Ciclofaixa e vai ser lançado agora, mas até o final do ano, toda a extensão programada estará em funcionamento. Estamos implantando na área central, mas acreditamos que não vai ficar por ai. Vamos procurar expandir para outras áreas da cidade. Primeiro vamos trabalhar nessa questão da conscientização de que é possível carro e bicicleta andarem lado a lado”, destacou Troost.