Mutirão realiza cirurgias em 14 mulheres do Amazonas

Com informações de assessoria /Diário do Amazonas


Manaus – Iniciou na última terça-feira (25) e segue até sábado (29) o mutirão promovido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCCP), para cirurgias reparadoras em 14 pacientes da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) submetidas a mastectomias parciais, totais e bilaterais durante o tratamento do câncer de mama, o segundo tipo da doença com maior prevalência no Amazonas.

Ao todo, a SBCCP estima que 842 mulheres passem pelas salas de cirurgia de cerca de 100 hospitais nos 16 Estados participantes. Além do Amazonas, Alagoas, Bahia, Ceará, Pará, Pernambuco, Sergipe, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, mais o Distrito Federal, também estão participando do mutirão. Cerca de 1.500 médicos estão envolvidos, entre cirurgiões plásticos e anestesiologistas, todos voluntários. São Paulo é o Estado com mais cirurgias realizadas: 211 em 17 hospitais, sendo que 50 delas são no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, o Icesp.

De acordo com a SBCCP, a escolha das pacientes começou a ser realizada em junho. São mulheres que estavam na fila de espera da rede pública e que não possuem plano de saúde que cubra a cirurgia. Após a seleção inicial, foram realizados atendimentos ambulatoriais e avaliação médica. As pacientes que por algum motivo possuíam contraindicação para a cirurgia, como, por exemplo, mulheres que ainda estão passando por quimioterapia, radioterapia, ou estão em acompanhamento da doença, não têm a liberação do mastologista. Depois dessa etapa, as mulheres realizaram exames pré-operatórios.

“Toda a coordenação, organização e logística do mutirão não tem nenhum vínculo político. Toda a parte documental, avaliações médicas, cirurgias e acompanhamento pós-cirúrgico é realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica em conjunto com suas regionais. É uma grande contribuição social da SBCP ”, afirmou o presidente da SBCP, Luciano Chaves.

Outubro Rosa

De acordo com o presidente da FCecon, o cirurgião oncológico Marco Antônio Ricci, a atividade fecha, no Amazonas, a programação do Outubro Rosa, campanha que acontece simultaneamente em todo o mundo, com o objetivo de alertar as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. No Amazonas, por conta da alta incidência e mortalidade do câncer de colo uterino, o tema também foi inserido no movimento.