No AM, futebol americano cresce e se alia a times de futebol de campo

Diogo Rocha / portal@d24am.com


Manaus – Em 2016, o futebol de campo do Amazonas decidiu unir forças com o futebol americano em busca de benefícios mútuos. O Tarumã Esporte Clube, da divisão de acesso do Campeonato Amazonense, por exemplo, fechou um acordo com o Manaus Broncos, vice-campeão do Estadual de ‘football’ e caçula da modalidade no Estado. Um projeto da nova parceria será a construção de um estádio particular para as duas modalidades.

Fundado há 42 anos, o Tarumã associa o nome do clube ao futebol americano, pela primeira vez, segundo o presidente do Lobo do Norte, Antônio Policarpo. Mas a ideia foi da diretoria do Broncos, que busca uma legitimação como entidade esportiva, conforme Policarpo, para obter dinheiro.

“Há dois meses, estávamos conversando sobre a parceria. Os times de futebol americano (em Manaus) não têm Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). O Broncos existe de fato, mas quer existir de direito. Sendo que eles têm muitos planos e alguns são sonhos do Tarumã também”, afirmou Policarpo.

Para legalizar a entrada do Manaus Broncos no clube, o Tarumã mudou o estatuto. “Adaptamos nosso estatuto, assim o Renner (Silva, presidente do Broncos), será o vice-presidente do Tarumã para o futebol americano. Ele que tomará conta de tudo (referente ao ‘football’)”, disse o dirigente.

O Tarumã, ao lado do Broncos, deve enviar o projeto do estádio para o Ministério do Esporte. A verba federal é essencial para financiar a sonhada ‘casa própria’. “Essa parceria dará mais força aos nossos pedidos (ao poder público), como o projeto de construção do estádio. No primeiro semestre, apresentaremos o projeto, com local e capacidade do estádio”, afirmou Policarpo.

Ainda segundo o dirigente, o Manaus Broncos firmou o acordo e já utilizou a infraestrutura do Tarumã. “Três atletas do Broncos foram recuperados para a final (do Estadual de Futebol Americano, o Manaus Bowl) com a nossa estrutura de fisioterapia. Os treinamentos serão em um sítio, no bairro Santa Etelvina (na zona norte da capital) e no CSU da Alvorada. Para lazer, teremos o Balneário do Luso”, relatou Policarpo.

Campeão do Manaus Bowl de 2016, o North Lions também negocia um acordo com um clube de futebol do Amazonas. Mas o presidente e middle linebacker do time, Lucas Alencar, prefere manter em sigilo o nome da equipe.

“Não existe nada concreto ainda. Sendo que queremos romper os preconceitos e ajudar um ao outro com torcida e divulgação do esporte em geral. Desta forma, aumenta a torcida, arrecada dinheiro e o time de bola redonda cresce com todo mundo junto”, disse Alencar.

O Nacional, que terá nova presidência, em 2017, também decidiu se associar a uma equipe de futebol americano, o Manaus Cavaliers, pentacampeão do Manaus Bowl. O publicitário Roberto Peggy, que assumirá a gestão do Leão da Vila, não atendeu as ligações do DIÁRIO para falar sobre a parceria com o ‘football’.