População está há 40 dias sem água

Manaus – Há 40 dias, moradores do bairro São Francisco, zona sul de Manaus, reclamam que estão sem o fornecimento de água. Eles afirmam que o problema segue desde quando a Manaus Ambiental foi reparar um vazamento na Rua Franco de Sá. Desde o dia 10 de julho, os moradores precisam encher baldes com água e comprar galões para suprir as necessidades.

Morador e gerente de uma empresa do bairro, Rodrigo Neves explica que a falta do fornecimento de água tem causado transtorno na empresa onde trabalha. Ele conta que já possui 12 protocolos de reclamação na empresa, além de um processo na Agência Reguladora de Serviços Públicos do Amazonas (Arsam) para verificar o caso.

“No máximo, entre 4h30 e 5h30 vem uma água muito fraca na torneira, mas não tem força para subir para a caixa d’água. O resto do dia todo é sem água. Comecei a acordar mais cedo para poder encher as baldes para utilizarmos na empresa, mas estamos vivemos um transtorno. Nessa semana, em uma das vezes que liguei pra a empresa, me informaram que o problema havia sido resolvido, porém, continuamos sem água”, comentou Rodrigo, que no dia 8 de julho denunciou um vazamento em uma das vias do bairro.

Quem também está sentindo os prejuízos com a interrupção é o empresário e morador Jadson Barradas, 36. O morador conta que teve que fechar seu estabelecimento devido à falta do fornecimento. “Hoje, tivemos que cancelar mais de 26 clientes na nossa clínica de estética, além da média de 12 a 15 dias de carros que lavamos por dia no lava-jato. Vai ser um prejuízo de mais de R$ 1 mil e vai afetar o meu orçamento no final do mês”, disse. Para manter empresa, Jadson conta  com serviços de um carro-pipa que enche a piscina da casa e com uma bomba, que comprou a R$ 280, para levar a água para a caixa d’água.

A auxiliar de enfermagem Rosângela Cohen, 51, que cuida de uma idosa de 85 anos moradora do bairro, conta que está preocupada com a saúde da senhora que sofre de Parkinson. “Cuidamos de uma senhora acamada e estamos com problemas, pois precisamos sempre estar lavando a roupa de cama. Com essa falta de água teve dias que não tínhamos nada limpo. Até para tomar banho é complicado, estamos preocupadas que ela pegue um problema de pele. Para conseguir fazer a dieta balanceada dela e lavar a louça, tivemos que comprar galões de água, porque a caixa d’água está vazia”, disse.

A Manaus Ambiental informou, através da assessoria de imprensa, que depois da realização de pesquisas na rede subterrânea foi realizada, entre a última quinta e sexta-feira, intervenção na rede de distribuição que alimenta todo bairro, situada no trecho da Rua Recife com a Rua Teresina.

De acordo com a concessionária, ontem, o fornecimento de água foi retomado e, “por se tratar de uma área muito extensa, referido abastecimento de água somente será normalizado, totalmente, às 6h da manhã deste sábado”.