Prefeito anuncia reajustes e correções salariais para seis categorias do serviço público

Reajustes salariais vão beneficiar os servidores da Educação, Saúde, Finanças, Procuradoria, Trânsito e Transportes

Álisson Castro / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O prefeito de Manaus Arthur Neto assinou, nesta quinta-feira (26), os Projetos de Leis que garantem o reajuste salarial dos servidores de cargos específicos da administração municipal. Os atos serão encaminhados, junto à mensagem governamental, para deliberação na Câmara Municipal e irão beneficiar servidores de seis categorias: Educação, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Saúde (Secretaria Municipal de Saúde – Semsa), Finanças (Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno – Semef), Procuradoria (Procuradoria Geral do Município- PGM), Trânsito (Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito – Manaustrans) e Transportes (Superintendência Municipal de Transportes Urbanos – SMTU).

As datas-bases irão vigorar a partir de 1º de janeiro de 2018, com retroativo de 2017.

Arthur assinou, nesta quinta-feira (26), os Projetos de Leis que garantem o reajuste salarial dos servidores de cargos específicos da administração municipal (Foto: Reinaldo Okita)

Todas essas categorias receberão, em suas respectivas datas-bases, 3% de reajuste salarial relativo ao ano de 2018 e correções da data-base de 2017, que variam de 3,98% a 6,58%, a partir de janeiro. Com isso, esses servidores terão reajustes, em 2018, que variam de 6,98% a 9,58%. O prefeito anunciou, ainda, que já está em estudo na Casa Civil, PGM e Semef a criação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para fixação de data-base e correções para todas as categorias não específicas, completado o quadro de servidores municipais.

“Não acredito em jeitinho, abono, quebra galho. Eu acredito em plano de carreira. Hoje estamos entregando ao presidente da Câmara Municipal, Wilker Barreto, seis Projetos de Lei com os reajustes e correções de 2017 e 2018. E já estamos trabalhando para dar aos servidores não específicos o seu próprio plano de cargos e salários com a fixação da data-base”, ressaltou o prefeito.

Para o prefeito, a concessão dos reajustes é próprio de uma gestão que, segundo ele, não vive de ‘factoide’, mas um governo correto. “Assim como um governo que procura trabalhar nos limites de responsabilidade fiscal. Fora disto, é o caos. E Manaus não está nem perto de uma coisa chamada caos. Manaus escolher empréstimos que interessa à Manaus, outros nãos”, disse.

De acordo com o prefeito, a administração municipal evita demagogia. “Não damos abono a ninguém, esta coisa antiga, carcomida do abono, Manaus não faz isto, Manaus trabalha com evolução de carreiras. O que começou a fazer na Semed, estar se fazendo na Semsa, que são as progressões horizontais, aquelas por tempo de serviço; as verticais, aquelas por titularidade, alguém que se tornou especialista num área, então passa a ter a acrescentar este direito ao seu salário para o resto da vida, enquanto os abonos somem”, afirmou.

O prefeito falou que a administração municipal irá estudar formas de conceder aumento salarial aos trabalhadores de categorias não específicas. “Tem um grupo que numericamente não é tão expressivo, mas é muito importante para nós dar uma satisfação a eles, este tempo todo não teve data-base para as categorias não específicas. E nós queremos atendê-las”, disse.

Arthur revelou que o governador Amazonino Mendes afirmou que pretende destinar R$ 100 milhões de um empréstimo de R$ 300 milhões à cidade de Manaus. “Será para agilizar obras de infraestrutura na cidade. O governador, certamente, vai honrar esta confiança que nós depositamos nele”, disse o prefeito de Manaus.

Veja como ficam os reajustes

SECRETARIA REAJUSTE 2018 DATA-BASE CORREÇÃO 2017 A PARTIR DE 
Semsa  3% 1º de abril 4,57% 1º de jan
Semed  3% 1º de maio 3,98% 1º de jan
Manaustrans  3% 1º de maio 3,98 1º de jan
SMTU  3% 1º de maio 3,98% 1º de jan
PGM  3% 1º de jan 6,58% 1º de jan
Semef  3% 1º de jan 6,58% 1º de jan