Samsung prevê prejuízo de US$ 3,1 bilhões após retirar Galaxy Note 7 do mercado

Estadão Conteúdo /Diário do Amazonas


São Paulo – Depois de encerrar a produção do Galaxy Note 7, a Samsung anunciou nesta sexta-feira, 14, um segundo corte em suas estimativas de lucro.  Segundo a gigante da tecnologia sul-coreana, o lucro da empresa terá um impacto negativo de US$ 3,1 bilhões — o que equivale a quase R$ 10 bilhões.

O impacto das perdas com o Note 7 será sentido, segundo a fabricante,  entre o quatro trimestre de 2016 e o primeiro trimestre de 2017. Enquanto o lucro no primeiro trimestre de 2017 será US$ 882 milhões menor, o impacto negativo no lucro da empresa será de US$ 2,2 bilhões no quarto semestre deste ano.

Além disso, a expectativa de crescimento de 5,5% em relação ao mesmo período de julho a setembro de 2015 foi substituída por uma queda de 29,63%.

“A companhia está divulgando suas estimativas para informar ao mercado sobre o impacto da descontinuação do Galaxy Note 7”, diz a fabricante por meio de nota. “Além disso, a companhia vai focar na melhoria da segurança de produtos pra os consumidores através de mudanças significativas no processo de garantia de qualidade.”

Crise

A queda nos números da fabricante ocorrem após a descontinuação do Galaxy Note 7. O aparelho, que sofreu recall no começo de setembro deste ano, continuou a apresentar problemas mesmo quando certificado como seguro.  Nos Estados Unidos, um voo teve que ser evacuado após um Note 7 seguro começar a soltar fumaça.

O recall afetou milhões de pessoas, já que o Note 7 já tinha sido vendido para 1 milhão de pessoas, além de 1,5 milhões de unidades que já estavam no varejo

De acordo com a Reuters, a empresa sul-coreana deve ter um prejuízo total de US$ 17 bilhões, o que equivale às perdas nas vendas de 19 milhões de aparelhos que a companhia esperava vender nos próximos meses.