TJAM ouve mais três acusados da série de homicídios ocorrida em julho de 2015

Manaus – Outros três acusados da série de homicídios que ocorreu em julho de 2015, na capital, serão ouvidos nesta quarta-feira (27) pelo juiz Mauri Antony, titular da 3ª Vara do Tribunal do Júri. Os suspeitos são acusados pela morte de João Fausto da Costa Neto. No total, 23 homicídios estão sendo investigados. Os crimes ocorreram em um fim de semana onde 36 pessoas morreram vítimas de crimes em Manaus.

Segundo o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), estão em pauta para interrogatório, os policiais militares Bruno Cezane Pereira e Germano da Luz Júnior, além de Janilson Monteiro da Frota. Além dos três acusados, o magistrado também vai ouvir uma testemunha indicada pelo Ministério Público Estadual (MPE). A audiência ocorre às 9h30, no Fórum Ministro Henoch Reis.

A morte de João Fausto faz parte dos 23 homicídios investigados na ‘Operação Alcateia’ e que estariam associados ao latrocínio (roubo seguido de morte) do sargento da Polícia Militar, Afonso Camacho Dias, registrado dias antes dos assassinatos.

Na semana passada, o juiz iniciou as audiências de instrução dos réus envolvidos nesse caso. A primeira parte das audiências envolve o interrogatório de 18 suspeitos de serem responsáveis por 23 homicídios. Ao todo, são 21 suspeitos, 18 deles são policiais militares, segundo informou Antony.

O primeiro a ser ouvido foi o soldado da Polícia Militar Magno Azevedo Mafra.

Além de  Mafra, também foi ouvido na semana passada, o delegado Leandro Almada, da Polícia Federal, que integrou a força tarefa encarregada de apurar a série de homicídios, na condição de testemunha. As audiências de instrução devem durar até o início do ano que vem, em função do grande número de acusados.