Turquia afasta mais de 10 mil funcionários públicos e fecha veículos de imprensa

Estadão Conteúdo /Diário do Amazonas


A agência de notícias estatal da Turquia afirmou que 10.131 funcionários públicos foram afastados por suposta ligação com terrorismo e 15 veículos de imprensa, a maioria pró-curdos, foram fechados. Os afastamentos foram anunciados no último decreto do governo, lançado durante o final de semana.

A Turquia declarou estado emergência após a tentativa de golpe, em 15 de julho, permitindo que o governo faça decretos. Desde então, centenas de milhares de pessoas já foram afastadas de seus cargos públicos por suspeita de ligação com organizações terroristas.

Os últimos afastamentos incluem 2,534 funcionários do ministério da Justiça, 2.219 do ministério da Educação, 2.774 do ministério da Saúde , 1.267 de instituições de ensino superior e 101 das Forças Armadas.

Fonte: Associated Press.

Comentários via Facebook